Search This Blog

Wednesday, October 10, 2018

Furacão Michael: o que fazer?

Vivendo em Miami desde 1991, esse blogger já experimentou a adrenalina das 5 categorias conhecidas na escala de medição de um furacão.

Como o Furacão Michael está ameaçando o Estado da Flórida dentre outros estados do Golfo do México, de uma maneira devastadora com um furacão classificado na categoria 4, esse blogger decidiu criar um vídeo chamado Furacão Michael: o que fazer?

Nesse vídeo ele fala de maneira reduzida, com muita segurança o que ele tem feito desde que enfrentrou em agosto de 1992, o furacão Andrew de categoria 5.

Saturday, October 6, 2018

Porque Bolsonaro será eleito no primeiro turno? Sete razões. Vídeo viralizou. Quase 1 milhão!

Que as eleições de 2018 mexeu com o Brasil, ninguém duvida. Que Jair Bolsonaro trouxe de volta o patriotismo, ninguém tamb;em duvida.  

Ouso a dizer que o patriotismo demonstrado tem sido maior do que até mesmo a Copa do Mundo. Indo um pouco mais longe e com mais ousadia, desde os tempos de Ayrton Senna, não vemos tal patriotismo. 

Você um pouco mais velho, se lembra das manhãs de domingo, o Brasil celebrando as vitórias de Ayrton Senna?

Quando vejo essa multidões, em verde e amarelo, com tremendo entusiamo, entoando o nome Jair Bolsonaro, o Mito, Capitão, e por aí vai, entendo o que quando se diz, infeliz é uma nação que não tem um herói.

Hoje o Brasil tem um herói. O nome dele é Jair Bolsonaro. O partido dele é o PSL - Partido Social Liberal. O número dele é 17.

Esse homem, assim como o Donald J. Trump contrariou TUDO aquilo que os entendidos e especialistas em marketing político ditam.

Se você ainda não viu o vídeo Por que Bolsonaro será eleito no primeiro turno? Sete razões. Veja e entenda porque mais de 963.000 pessoas até o presente momento, na sua frente já viram, gostaram, compartilharam e por isso, viralizou! 

Friday, September 28, 2018

Movimento #elenão contra o #ELESIM. Jair Bolsonaro.

Não acredito que o Brasil tenha vivido um momento político tão conturbado como a eleição  presidencial desse ano. 

Depois da facada do Jair Bolsonaro, a revolta do do povo brasileiro em cima da esquerda, tem sido sem precedentes. 

Acontece que como sabemos, a luta do Bolsonaro contra os corruptos e a máquina comunista/socialista em todos os níveis governamentais, assim como o  Presidente DonaldTrump, fez dele a pessoa mais perseguid no Brasil. 

Como ele está para combater de maneira firme a corrupção e fraude da Lei Rouanet, começou um movimento de artistas chamado #elenão, com objetivo de convencer a população brasileira a votar em outro candidato.

Como o movimento é um um artista incentivar o outro, decidi lançar sete desafios aos famosos do movimento #elenão. 

Do meu lado e daqueles que querem mudanças radicais no Brasil para melhor, o movimento é #ELESIM. Voto no candidado do PSL - Partido Social Liberal 17 - Jair Bolsonaro.

Wednesday, September 26, 2018

Por que o Bolsonaro será eleito no primeiro turno? Sete razões.


Preocupadíssimo com o rumo que o Brasil está tomando, vivendo um momento histórico nessa campanha presidencial, ainda mais depois da facada que o candidato líder Jair Bolsonaro do PSL - Partido Social Liberal tomou, vendo a luta dos comunistas e socialistas para continuar no poder, assumindo riscos, abri uma categoria especial no Canal de Consultoria e Negócios sobre os Estados Unidos da Moriah International, Inc

Acontece que para surpresa de todos, inclusive minha, o vídeo viralizou e já conta com mais de 400.000 visualizações e 15.000 inscrições no canal.

Como brasileiro, vendo a destruição que o PT deixou o Brasil, mesmo de longe, não poderia de uma maneira ou outra, deixar de dar a minha contribuição para um país melhor.

Veja o vídeo e tire as conclusões. Gostando, não deixe de se inscrever, de dar um like ou jóinha, clicar no sininho (é aprendi essa) e claro compartilhar para ajudar a crescer o canal no ranking do Google.

Tuesday, September 11, 2018

Comida pronta durante um desastre natural. A indústria da tragédia americana.


Enquanto escrevo esse post, o estado da  Carolina do Norte está ameaçado com um furacão monstro de categoria 4, com um poder de destruição assustador, que pode alcançar 220 kilometros por hora.

Na reta em direção aos Estados Unidos, digamos, no corredor onde os furacões passam no Atlantico, mais dois furacões dão sinal de preocupação, o Isaque e o Helene.  Ou seja, existe a chance de mais dois atingirem esse país. 

A pergunta é: onde será que o furacão irá bater? Irá desviar ou até mesmo diluir durante o percurso?

Seja lá qual for o cenário, uma coisa que não pode ser esquecida é que existe uma indústria bilionária da tragédia, e infelizmente se repete todos os anos. 

Por exemplo, semana atrás, o Havaí que não está nessa rota comum de destruição por furacão, foi destruída e calcula-se uma destruição cuja reconstrução será de no mínimo US$ 4 bilhões de dólares. 

Dias atrás, foi a vez de Alabama, Mississipi e Missouri. Agora é Carolina do Norte!

Curioso é que o brasileiro exportador, que não entende nada dessa indústria, ainda tem muito escrúpulo com essa indústria. 


Mas por que desse post?

Hoje cedo fui no Sam’s Club aqui da cidade do Doral que fica localizada no Condado de Miami-Dade aqui no Sul da Flórida. 

Para surpresa minha, fora outros produtos que são mais do que necessários durante a época do furacão, como pilha, lanterna, gerador, água, dentre outros sugeridos pelo governo, um espaço de comida prontas ou que os militares chamam de MRE – Meals Ready TO Eat, estava bem no corredor!

Veja bem, o furacão é norte. Dirigindo são quase 15 horas norte de Miami até a capital do Estado de Carolina do Norte. 

Então porque de um kit furacão em Miami onde até agora não apresentou nada?

Resposta: cultura do país.

Esse kit de comida acima com um balde prêto proporciona 124 refeições balanceadas custando quase US$ 60.00. O kit branco, dentre outros objetos necessários, proporciona 32 porções de comida durante o furacão.

Se você um dia vier para cá, não faça como muitos fazem. Leve a sério a força da natureza. Como esgoto no meu Canal de Consultoria e Negócios,  se informe e se prepare. Fique ligado nas notícias americanas e nos órgãos oficiais americanos, com todo respeito, não nos seus amigos no Brasil!

Tuesday, August 21, 2018

Como transportar por container um pequeno avião para o Brasil?

Você pode não acreditar mas existem muitos importadores brasileiros para não pagarem o custo de transporte, se arriscam levando pequenas aeronaves, tanto pequenos helicópteros como o R22 da Robinson, como avião, dos Estados Unidos para o Brasil.

O que acontece no translado, você não tem idéia. Como diz no Brasil, a "adrenalina que muitos passam na Amazonia é sinistra!"

Quando você conversa com o mesmo, sente-se pelo teor da conversa, que o risco do transporte é muito mais na economia do que no prazer e aventura de voar.

Fica a pergunta: justifica?

A experiência tem mostrado que é muito mais prático e seguro, desmontar a aeronave, seja ela helicóptero ou avião, colocar no container e enviar para o porto brasileiro desejado.

Veja matéria assinada pela Rita Sanchez da Moriah Cargo, Inc que já carrega uma experiência desde 1992 embarcando pequenas aeronaves para o Brasil.

Como transportar por container um pequeno aviao para o Brasil

Friday, August 3, 2018

Investimento estrangeiro nos Estados Unidos. Veja o que Ricado Amorim diz porque não investem no Brasil.


Goste você ou não do Presidente Donald Trump, uma coisa que você não pode negar que em termos econômicos ele está batendo recordes. 

Por exemplo, segundo o BEA – Bureau of Economic Analysis através do 2017 FDI Inward Stock Data, os Estados Unidos atingiram um recorde de US$ 4 trilhões de dólares em ações de FDI – Foreign Direct Investment. Ou seja, investimento de estrangeiro no país.

Você tem noção o que é US$ 1 trilhão? 

Se não, veja nesse mesmo blog nosso post publicado no dia 19 de julho chamado  Flórida: uma economia de US$ 1 trilhão de dólares. O que é 1 US$ 1 trilhão de dólares? 


Mas porque isso acontece? Por que o estrangeiro sente segurança em investir nos Estados Unidos e não no Brasil?

Apesar de saber que existem americanos que investem no Brasil, minha experiência de tentar levar,  não tem sido positiva. Isso é tão verdade que até criei esse post ao lado para minha conta no Instagram.

Veja essa fanstástica explanação do Ricardo Amorim.

Aos que não conhecem, Ricardo Amorim é reconhecido como o economista mais influente do Brasil pela revista Forbes.

Nesse vídeo, que não sei a data nem onde foi, mas continua atual como sempre, ele dá uma explanação muitíssimo interessante, clara e objetiva, do porque o estrangeiro não investe no Brasil. 

Monday, July 30, 2018

PIB americano de 4.1% no segundo trimestre.O que é 1% de aumento?


Para desespero dos democratas, inclusive do ex-Presidente Obama, para revolta dos esquerdopatas, o Presidente Donald J. Trump vem batendo todos os recordes da história econômica americana.

Semana passada, o Presidente Trump declarou um aumento de 4.1% do GDP – Gross Domestic Product ou PIB – Produto Interno Bruto em português.

Apresentando um crescimento no trimestre que há 13 anos não apresentava, o governo Trump tem uma expectativa de um crescimento anual bem maior do que 3% conforme os  acordos comerciais dos Estados Unidos forem renegociados.

Nesse ritmo, a expectativa é que a economia americana dobre de tamanho 10 anos mais rápido do que incialmente esperado, sobre o governo Obama, Bush e até mesmo no governo Trump!

Se hoje calcula-se uma economia de US$ 20 trilhões de dólares, faça as contas.

Mas o que representa um aumento de 1% no PIB americano?

Representa aproximadamente quase US$ 3 trilhões de dólares e 10 milhões de novos empregos.
Curioso que ainda tem gente que defende socialismo e comunismo!

Veja anúncio oficial dessa matéria, clicando no link oficial do Twitter @TheRealDonaldTrump.

Saiba que essa conta, o Presidente Trump a usa como ferramenta não só para divulgar suas conquistas mas como também combater o Fake News.

O Presidente Trump chegou a dizer que essa conta o ajudou a ser eleito presidente dos Estados Unidos. Eu que acompanhei de perto, acredito! 

Thursday, July 19, 2018

Flórida: uma economia de US$ 1 trilhão de dólares. O que é US$ 1 trilhão de dólares?


Essa semana os grupos de WhatsApp foram inundados com uma reportagem onde mostrava que a economia da Flórida atingiu US$ 1 trilhão de dólares, e que ainda tem mais espaço para crescer.
Na mesma matéria dizia que caso o estado da Flórida fosse um país, seria a décima-sétima do mundo, na frente da Suiça, Arábia Saudita, Argentina e Holanda.
Na minhas pesquisas pelo Google, diria até mesmo Portugal que é o destino de vários brasileiros que querem deixar o Brasil, apresentou em 2016 um PIB de US$ 204.6 bilhões.
Como curiosidade, segundo o The Florida Chamber Foundation o ritmo de crescimento da Flórida é de US$ 2.7 bilhões por dia! Faça as contas!
Considerando que o estado da Flórida é a preferência dos brasileiros que querem imigrar, abrir empresa e/ou investir nos Estados Unidos, podemos confirmar o que uma política fiscal agressiva significa. Hoje temos resultados para comemorar.
A saber, o estado da Flórida é um dos poucos estados americanos que não existe imposto estadual nem para pessoa física nem para a jurídica.
Pensando em Miami, Orlando, Tampa ou qualquer outra cidade floridiana, saiba que em termo de economia, como se diz aqui, apesar de todos os desafios de qualquer negócio, cidade e estado, é uma economia robusta.
Mas o que é US$ 1 trilhão de dólares? Veja essa interessantíssima animação chamada How Big is one trillion dollars produzida pela Animated Comparisons, que nunca mais você vai falar um caminhão de dinheiro da mesma maneira.

Wednesday, July 11, 2018

Prefeito da minha cidade no meu condomínio? Como é isso?


Se você é de uma cidade grande ou no Brasil ou aqui nos Estados Unidos, sabemos que a distância de nós mortais ao poder é maior.

Mas de uma maneira proporcional, aqui nos Estados Unidos, quanto menor a cidade, mais acesso você tem aos governantes. Isso é fato!

No Brasil, até mesmo vereador depois de eleito, vira as costas para você, e caso consiga encontrá-lo mais uma vez, só a véspera das eleições!

Esse tipo de postura abusiva dos políticos brasileiros, não acontece aqui nos Estados Unidos. Aqui o político entende que é empregado do contribuinte, e como tal, trabalha para o mesmo.

O problema desse trauma é que muitos brasileiros vem para os Estados Unidos, e não desfrutam desse apoio na cidade onde decidem morar. A famosa “longe do governo” é constante na boca deles! 

E pode acreditar, quem se posiciona assim, perde e perde muito! 

Mas por que estou falando isso?


Quem me acompanha, sabe que sou um grande defensor da Cidade do Doral que fica localizada na área oeste do Condado de Miami-Dade.

Aos que nunca viram o vídeo, convido assistir Por que a Cidade do Doral na Flórida?

Ontem o Prefeito Juan Carlos Bermudez veio ao Condomínio Costa del Sol, onde moro, falar aos moradores de como nós moradores, podemos nos relacionar com a cidade e desfrutar de tudo que a cidade oferece. Veja panfleto anexo!

O Prefeito Bermudez veio também escutar os moradores. O que incomoda, o que pode ser melhorado na cidade, como a cidade pode trabalhar em conjunto com os grandes condomínios que pela arquitetura e urbanização, possuem um impacto econômico e social muito forte.

Você já escutou algum prefeito que já visitou algum condomínio no Brasil

Meu respeito e agradecimento ao Prefeito Bermudez.

Friday, July 6, 2018

Quanto custa abrir um embarcador em Miami?




A palavra da ordem parece que é sair do Brasil. 

Sendo você empresário, a tendência é você vir para Miami que sempre é a primeira ou segunda cidade dos Estados Unidos de preferência para o brasileiro, depois de Orlando na Flórida.

Se você é empresário no Brasil, com certeza você não considera trabalhar para ninguém. Então você pensa abrir uma filial da sua empresa ou atividade que você tem experiência ou conexões.

Você decide ser embarcador e entrar no segmento de transporte de mercadoria nesse eixo Brasil e Estados Unidos.

Falaram para você que é a coisa mais fácil do mundo. Falaram para você que para ser respeitado nos Estados Unidos, é obrigatoriedade a abertura de uma empresa no território americano. Será mesmo?

Você tem noção quanto custa abrir e manter um embarcador pequeno em Miami? Você está preparado para a realidade? Não te falaram?

Veja matéria publicada essa semana no Portal Cargo News chamada 

Wednesday, July 4, 2018

Hoje é 4 de julho. Dia da Independência dos Estados Unidos.


O que se comemora no Brasil dia 7 de setembro, hoje, 4 de julho comemora-se aqui nos Estados Unidos: Dia da Independência.  

Em 1776, os chamados Founding Fathers / Pais Fundadores dos Estados Unidos conseguiram  depois de muita luta, a independência da Inglaterra.

Muito mais do que passar o dia no parque ou fazendo o famoso churrasco ou barbecue, o dia de hoje é para comemorar não só essa independência mas também para honrar todos aqueles que servem esse país em qualquer uniforme e em qualquer capacidade.

É uma pena que muitos imigrantes não respeitam essa data que possui um significado tão importante.

Muitos vem para cá, desrespeitam a sociedade, o governo, o sistema e principalmente aqueles que morreram e morrem para fazer dos Estados Unidos uma grande nação.

Como não canso de falar, aqui aprendemos que liberdade tem um grande preço onde muitos pagam com a vida. Eu mesmo como imigrante quando logo entendi isso há quase 30 anos atrás, passei a ter o maior respeito por qualquer uniforme, militar ou não, que me serve, seja na guerra, no parque ou qualquer lugar público. 

Fica meu agradecimento `a todos que servem esse país.

Veja esse belo vídeo do US Department of Interior.


Tuesday, June 26, 2018

Aviso cancerígeno na água? Na Califórnia sim! Como é isso?


Se você é exportador brasileiro de qualquer produto onde água é um componente, já no segundo semestre desse ano, conhecer a Proposition 65, irá fazer a diferença do seu produto se posicionar nas pratileiras americanas, principalmente na Califórnia. E claro, evitar um baita de um processo?

Opa! Agora você chamou a minha atenção, Richard! 


Mas aí você diz o seguinte: eu não exporto para a  Califórnia. Mas eu te respondo: a Califórnia é fomadora de opinião nos Estados Unidos, e logo outros estados americanos estarão copiando. Tenha certeza disso!

Mas o que é Proposition ou Prop.65?

Conhecida como Safe Drinking Water and Toxic Enforcement Act of 1986, Água Potável Segura ou Decreto Contra Toxinas, perdoe se não consegui a tradução perfeita, mas creio que já entendeu a proposta, todos envolvidos na cadeia produtiva, desde fabricante, fornecedores, distribuidores, representantes, varejistas e qualquer outra posição que você possa imaginar que participe desse processo até chegar ao consumidor final, terá obrigatoriedade por lei, a partir de 30 de agosto de 2018, a apresentar um rótulo ou etiqueta de segurança.

A prop 65 tem como objetivo informar ao consumidor, todos os químicos usados na água que causam ou podem causar cancer, defeitos de nascença dentre outras doenças.

Como sempre, apesar dessas medidas serem confusas, se você acha que pode passar por cima dos compliances and regulations já determinado e prontos para serem aplicados, aviso que você terá problemas e muito sérios de posicionamento.

 A Metodologia PFP – preparar, formatar para posicionamento no mercado americano, nesses produtos, mais do que nunca terão que ser aplicados.

Se o fabricante não estiver preparado e formatado para as novas exigências do mercado, esquece que ele não terá chance.

E mais, se o fabricante não considerar um bom seguro de liability (responsabilidade civil) e até mesmo um eventual plano de recall, meu conselho: esquece os Estados Unidos!

Esquecer como se eu já estava considerando o maior mercado do mundo, diz você?

Minha respota é a de sempre: se prepare com os devidos seguros, adicione nos custos e vamos para frente.

Mas aí você continua dizendo, meu produto usa água mas não é para beber mas para outro tipo de uso. 

Meus Amigos, welcome to America! Uma vez que firmar jurisprudência, o resto vem na carona. Esteja preparado e formatado! 

Informações oficiais no site da OEHHA – Office of Environmental Health  HazardAssessement que é uma das agências de proteção ambiental do Estado da Califórnia / CalEPA – California Environmental Protection Agency.

Como sempre digo, a festa nos Estados Unidos é maravilhos mas o bilhete de entrada é caro!

Saturday, June 23, 2018

Você quer US$ 10 mil dólares para mudar para Vermont?


Você leu certo. O Estado de Vermont, cuja capital é Montpelier, que fica bem ao norte dos Estados Unidos, está pagando US$ 10 mil dólares (geralmente esse dinheiro é livre de imposto!) para qualquer um se mudar para o estado a partir de 1 de janeiro de 2019, e se tornar residente, ou seja, full-time Vermon resident.

Se você gosta de lugar tranquilo, visual de serra (Green Mountain State como mostra a placa abaixo) e frio, esse é um bom estado. 

Detalhe: permite ainda trabalhar de casa, home office!

Essa medida que foi assinada pelo Governador Phil Scott começou a tomar espaço na imprensa.

Mas porque estou escrevendo isso, se praticamente só vendo Doral, Miami, Orlando e o Estado da Flórida de um modo geral?

Porque menciono várias vezes no meu Canal de Consutoria e Negócios sobre os EstadosUnidos, que você quando mudar ou estiver empresariando nos Estados Unidos, terá que saber o que a cidade, o condado ou estado que escolheu pode fazer por você.

Dito isto, essa recente decisão do Estado de Vermont é mais uma prova do que acontece ao redor do país.

Você brasileiro quando mudar e/ou empresariar em qualquer estado americano, não tenha a postura que muitos brasileiros possuem: “longe do governo!”. Não faça isso!

Aprenda a trabalhar e se relacionar com o governo de onde decidir se posicionar. Posso garantir à você que é muito mais do que você imagina.

Wednesday, June 20, 2018

Com quase 10 anos, o blog Direto dos USA comemora 300 posts!


Ontem tivemos o orgulho de publicar o post de número 300 nesse blog Direto dos USA.

Desde 2009, com bastante regularidade temos publicado matérias que acreditamos nós, de uma maneira ou outra tem ajudado à todos brasileiros empresários ou não, que sonham em mudar ou querem fazer negócios com os Estados Unidos.

Aos que nunca prestaram atenção no arquivo do lado direito desse blog, aí vai a quantidade de posts até a presente data.

2018 – 24 posts / 2017 – 55 posts / 2016 – 39 posts / 2015 – 29 posts / 2014 – 26 posts / 2013 – 24 posts / 2012 – 30 posts / 2011 – 27 posts / 2010 – 25 posts / 2009  -  21 posts

Nesses quase 10 anos escrevendo, é difícil você não encontrar uma matéria que não responda totalmente ou parcialmente suas dúvidas ou curiosidades.  Se o post não responder, com certeza ele o redirecionará!

Seja qual for a modalidade, importando, exportando, distribuindo, vendendo, imigrando, investindo, franquia, feiras, desenvolvendo negócios, seja qual for o seu interesse, tem quase tudo lá!

O sucesso do blog foi tanto  que nossos seguidores nos incentivaram a abrir o Canal de Consultoria e 
Negócios no You Tube   www.tinyurl.com/RWSYT , e mais recentemente uma conta no Instagram.

Com mais de 40 vídeos no You Tube e posts no Instagram, como mencionado por vários seguidores, sabemos que as matérias dos blogs são complementadas por essas ferramentas digitais. 

Podendo se inscrever e compartilhar nosso Canal de Consultoria e Negócios sobre os Estados Unidos e no Instagram,  nosso antecipado agradecimento.

Só temos a agradecer à todos vocês que tem nos seguidos ou nos blogs ou nos vídeos, sugerindo matérias e até mesmo nos criticado.

Tenham certeza que não tem sido poucas críticas mas nosso maior objetivo é relatar a verdade dura e crua do que é a realidade do American Way of Life e American Way of Doing Business.

Aos que nos conhecem mais de perto e nos acompanham, sabem que não existe o cinza na nossa abordagem,  ou é prêto ou é branco!

Esse é o meu compromisso como blogger. Esse é o compromisso da Moriah International, Inc.

Nosso muito obrigado e até o próximo post, até o próximo vídeo!

Tuesday, June 19, 2018

Viajou para os EUA, esqueceu de comprar alguma coisa. Você conhece a modalidade de bagagem desacompanhada?

Se você nunca esteve no momento de um embarque, digamos, no Aeroporto Internacional de Miami ou de Orlando, você não sabe definir stress. 

As famosas malas com as famosas compras, causam um stress e desconforto, só quem experimenta sabe o que é, seja você carregando as malas ou seja você esperando na fila para ser atendido para o check-in. 

Caso você não saiba, todo esse stress pode ser evitado e de maneira legal. 

Veja matéria assinada pela Rita Sanchez da Moriah Cargo Inc, Inc pulicada no conceituado portal Cargo News de Campinas, São Paulo. 

http://www.cargonews.com.br/viajou-para-os-eua-esqueceu-de-comprar-alguma-coisa-voce-conhece-a-modalidade-de-bagagem-desacompanhada/ 

Friday, June 8, 2018

Formula 1 em Miami. Aprovado de 2019 à 2028!


A Cidade de Miami através da Resolução de No. 22, aprovou trazer a cobiçada corrida de Fórmula 1.

Fórmula 1 Miami Grand Prix estará no calendário anual de 2019 à 2028, criando um impacto econômico de bilhões de dólares, com uma expectativa de centenas de milhares de turistas durante os dias do evento.

Para se ter uma idéia, calcula-se que durante 2012 `a 2015,  a cidade de Austin no Texas que é a única cidade dos Estados Unidos no calendário, teve um impacto econômico de US$ 2.8 bilhões de dólares, recebendo mais de 200.00O turistas por evento.

Desnecessário seria dizer que a indústria de turismo do Sul da Flórida com seus hóteis, restaurantes, aluguel de carros, não podemos de deixar de hoje mencionar...Airbnb, já começaram a projetar e contabilizar os dólares que serão certos pelos próximos 10 anos!

É estimado que a Fórmula 1 uma possui 500 milhões de fãs, 15 milhões de seguidores na rede social, uma audiência de 1.8 bilhões de telespectadores que acompanham as  21 corridas em 5 continentes.

Aos que conhecem downtown Miami, o circuito será conforme o mapa acima, passando por downtown pela Biscayne Boulevard, ao redor do American Airlines Arena, Port Boulevard que leva ao Porto de Miami, e parte da Biscayne Bay.

Os que compraram apartamentos de frente para o mar, terão um visual privilegiado de boa parte da pista, e claro uma certa valorização.

E  como não poderia deixar de ser, aos ricos e famosos dono de iate, o visual sempre é privilegiado.

Para fechar, não poderíamos fechar esse post sem a nossa pequena homenagem ao saudoso Ayrton Senna.

Wednesday, June 6, 2018

Amazon em 1991 e hoje. Entrevista futurista?


Em uma entrevista polêmica em 1991, um repórter do programa 60 Minutes do canal CBS fez uma entrevista sobre o Amazon. 

Na entrevista uma vez que a Amazon vinha perdendo muito dinheiro, e tinha perdido mais de US$ 100 milhões de dólares no ano anterior, o repórter em tom de deboche, pergunta ao executivo se alguns geeks desenvolvendo um programa, seriam capazes de derrubar a poderosa Sears.

"A couple of geeks, who sketched some software, could destroy Sears?!"

Bem isso, foi em 1999. Há poucas semanas atrás, nesse ano de  2018 a Sears já decretou fechar mais de 70 lojas ao redor dos Estados Unidos.

Diversos motivos, justificaram tal resultado. Mas de longe na nossa opinião, sabemos que foi por não acompanhar tendências e a tecnologia, não necessáriamente por causa da Amazon. 

Como o entrevistado mesmo diz, o investidor quer saber do futuro.

 Veja entrevista de 45 segundos.

Friday, June 1, 2018

O impressionante tamanho do mercado de logística e transporte nos EUA


O Brasil vem vivendo dias de transformação com a greve dos caminhoneiros. Se existe movimento infiltrado ou não, e se os caminhoneiros conseguirão a médio e longo prazo que que estão reivindicando, só o tempo irá dizer. 

O Brasil tem experimentado durantes esses dias, o que uma união de uma classe pode fazer com um país. E nos Estados Unidos? 

Quão grandioso é esse mercado de logística e transporte? 

Veja essa matéria assinada pela Rita Sanchez da Moriah Cargo Inc que carrega uma experiência com logística entre Brasil e Estados Unidos desde 1992, e que foi publicada no conceituado Portal Cargo News que carrega o nome dessa matéria.

Monday, May 28, 2018

Hoje é Memorial Day nos Estados Unidos.



Muitos brasileiros confudem Memorial Day com o dias dos finados no Brasil. 

Não! Memorial Day é para honrar os que morrem na guerra para fazer dos Estados Unidos, um grande país, a melhor e mais poderosa nação do mundo.

Essa foto viralizou na época que os jogadores da NFL que é a liga do futebol americano, se recusavam a ficar de pé, durante o hino nacional. Esse foto diz o seguinte: É por isso que nós ficamos de pé!

Curioso é que os latinos, dentre outras nacionalidades e raças, que vem para cá, na sua grande maioria, brasileiros inclusos, não dão o devido respeito a essa data. 

Se quer param para meditar no sacríficio que gerações atrás de gerações tem feito para manter os Estados Unidos o país que é.

Presidente Donald Trump hoje deu um discurso no Cemitério de Arlington na Virgínia. 

A propósito, o Cemitério de Arlington, deveria ser parada obrigatória para o mundo inteiro saber o preço doloroso da democracia.

Acredite você ou não, na minha visita ao cemitério anos atrás, meus 10, 15 primeiros minutos caminhando “naquele mar de cruz e bandeiras”, as lágrimas escorriam de muita tristeza tentando pensar na história de alguns, e também de gratidão por aquelas vidas. 

Confesso e documento aqui, que não faria por nenhum deles o que fizeram por mim, ainda fazem por mim e minha família: ir a um combate de guerra! Daí a minha eterna gratidão, não só à eles mas aos órfãos, víuvas, aos pais, etc

Nesse vídeo postado pela Casa Branca, onde o Presidente Donald Trump discursa, você vê no segundo 19, uma viúva e um menino, hoje órfão, uniformizado de U.S. Marine que estava homenageando o pai em cima do túmulo. 

Quanto orgulho desse menino que se bobear, nem lembra da fisionomia do pai.

Você brasileiro, se um dia resolver morar aqui nos Estados Unidos, nunca desdenhe dessa oportunidade ímpar e privilegiada que a vida está te dando.

Honre esse país. Ore pelo presidente e seu gabinete, sendo democrata ou republicano. 

Sempre que possível, quando cruzar com alguém de uniforme, diga”Thank you for your service, Sir!”.

Monday, May 21, 2018

Semana do Comércio Internacional nos Estados Unidos.


O comércio internacional é um assunto tão relevante para a economia dos Estados Unidos, que desde 1935 a terceira semana do mês de maio é celebrada a World Trade Week. 

Essa comemoração começou no governo democrata do Presidente Franklin Delano Roosevelt, que foi o trigésimo-segundo presidente americano no período de 1933 à 1945.

Desde então, essa celebração não tem dado nenhum sinal de enfraquecimento. 

Veja foto ao lado datada de maio de 1947. Obrigado Google! 

A saber, em 2017 o governo declarou que movimento de importação foi de US$ 2.4 trilhões de dólares e o de exportação US$ 1.6 trilhões de dólares.

Mesmo com esse deficit que o governo Trump está tentando reduzir, o comércio internacional  nos Estados Unidos, não tem dado nenhum sinal de enfraquecimento.

Isso prova o que esse blogger diz há anos: o americano gosta de produto importado.

Ele não tem paciência de aprender uma outra língua e de também aprender toda a logística do comércio internacional. Ele quer pegar o telefone, falar em inglês com um importador ou distribuidor dentro dos Estados Unidos e ter a lei desse país o protegendo.

Daí a importância de ter uma estrutura de apoio em território americano! 

Saturday, May 5, 2018

Assessoria comercial nos Estados Unidos. O que você prefere? Verdade ou mentira?


Que a verdade dói, todos nós sabemos. Mas não dói muito mais você ser enganado?

Você sonha em mudar com sua família para Miami, Orlando ou qualquer outra cidade da Flórida ou dos Estados Unidos.

Você sonha em abrir uma empresa e vir transferido. Você sonha com a segurança e o American Way of Life. Você sonha com um carro novo...uma casa com ar condicionado central...

Você senta na frente de um prestador de serviços, com toda emoção e paixão, carregando na sua bagagem a sua família e a economia de uma vida inteira de muito trabalho, na maioria das vezes.

Seu maior foco é conseguir um visto de residente e o cobiçado Green Card. Sua paixão e emoção sobre põe a razão. 

Esse prestador de serviço, sente isso no ar que nem nosso "amigo" na foto.

O que você quer? Uma massagem no ego? Você quer escutar a verdade do cenário que você se encontra ou vai encontrar? Ou quer escutar o que você quer escutar?

Nesse provocante vídeo Richard W. Sanchez, esse blogger, que presta serviços a comunidade brasileira desde 2000 pela Moriah International, Inc, pergunta à você que pensa ou sonha em imigrar ou empresariar nos Estados Unidos.

Você quer a verdade ou quer ser enganado nos Estados Unidos?



Friday, April 13, 2018

O mundo do plástico se encontra em Orlando em maio. The Pastics Show 2018


Não importa o que o pessoal do Partido Verde fale, o plástico é parte do dia a dia do ser humano. 

Quanto mais urbano ele for, mas dependente ele é. E o lixo está aí para complicar as cabeças das autoridades. Mesmo assim, ninguém deixa de usar. Não tem como deixar de usar!

No mês de maio, dos dias 7 à 11, a feira trienal e única sobre tudo que você pode imaginar sobre plástico, acontece em no Orange Conventio Center na cidade de Orlando na Flórida.

Tudo que você pode imaginar que precise de plástico, na área de equipamentos, automóveis, garrafas, parafernálias de cozinha, material de construção, calçados, material de consumo, equipamentos médicos, impressão 3D dentre outras coisas que nem imaginamos, estarão na NPE 2018: The Plastics Show.

Ao brasileiro interessado em assessoria para essa feira, não deixar de contatar esse blogger através do site www.moriahinternational.com

Informações oficiais sobre o evento, direto no website do organizador www.npe.org 

Wednesday, April 11, 2018

Briga de tarifa entre EUA e China. O que isso pode beneficiar o Brasil?



Se você está acompanhando o noticiário, um assunto que está em pauta, é a disputa tarifária entre os Estados Unidos e China. 

A cada dia que você checa o andamento dessa acirrada disputa, parece que os valores vão aumentando, e a quantidade de itens, também!

O que começou com aço, enveredou para  diversas categorias como transporte, tecnologia e produtos médicos, dentre outras categorias, já atingindo mais de 1.300 produtos importados da China.

Claro que com o passar do tempo, não havendo um acordo nesse sensível relacionamento entre os Estados Unidos e China, mais produtos serão taxados pelas partes.

No momento são 1.300 produtos que os americanos estão taxando contra 128 que os chineses estão taxando. Uma tremenda disparidade! Ou seja, os chineses exportam 1.300 produtos mas só importam 128! Como é isso?

Só aí você pode entender porque o Presidente Donald Trump está lutando com essa balança comercial deficitária que já se arrasta há décadas e piorou no governo democrata do Barack Obama.

Números de 2017  declaram um déficit de US$ 375  bilhões de dólares. É um valor negativo para chamar atenção de qualquer governo.

Como sabemos, são dois gigantes brigando. Isto posto,  o mundo inteiro sentirá o efeito dessa disputa ou trade war como muitos chamam.

Mas e o Brasil? Como pode se beneficiar na briga tarifária?

Esse blogger ousa a dizer, em ‘quase tudo” basta ter seriedade e competitividade.

Saiba você leitor, que na minha opinião, hoje, os Estados Unidos estão desesperados em diminuir a dependência dos chineses.!

Como a bíblia nos ensina, o devedor é escravo do credor! E assim que esse país está nas mãos dos chineses!

Da mesma maneira que eles, os chineses, estão fazendo no Brasil comprando tudo e todos, por falta de escrúpulo dos governantes como nos mostra a história, fizeram o mesmo aqui e continuam tentando fazer.

Só que esse reinado dominante asiático acabou! Como se diz aqui, temos um novo xerife na cidade. E o nome dele é Donald J. Trump.

Se você acompanhar o movimento geo-político nas leitura técnicas, é claro que o governo americano quer firmar uma aliança com o Brasil para firmar o bloco americano.

Ou seja, ele quer ter o Brasil na mesma importância comercial que tem o México (com todos os problemas de imigração ) e Canadá na América do Norte, América Central e América do Sul.

O momento é esse. Só não acredita quem não quer! O Brasil pode virar o jogo agora!

Muitos no Brasil são da opinião que o Brasil sairá perdendo por causa das commodities. Até entendo, mas e a indústria e prestadores de serviços brasileiros? Eles não podem virar esse jogo? 

Lembre que os Estados Unidos é o maior cliente da China! Não pode ser os Estados Unidos amanhã o maior cliente do Brasil? 

Um país que possui uma fábrica chamada EMBRAER que encanta o mundo com a qualidade dos aviões fabricados, um país que tem umas cabeças pensantes no comando de Jorge Paulo Lemann comprando os maiores ícones americanos como Burger King, Budweiser, Heinz, dentre outros, de maneira muito respeitosa, não vem me dizer que o Brasil não sabe competir no mercado internacional.  

A pergunta é a de sempre: estão os dirigentes responsáveis por esse assunto, cada um na sua capacidade, em toda cadeia produtiva interessados em trabalhar seriamente e conquistar de uma vez por todas a posição digna no mercado internacional?