Monday, November 15, 2010

Compre um AK-47 e leve uma pick-up! Sorry, é o contrário...compre uma pick-up e leve um AK-47!

Que as coisa mais bizarras acontecem nos Estados Unidos, isso ninguém precisa duvidar e questionar mais. Que o mercado americano é o mais competitivo do mundo, isso também.

Mas o que aconteceu nesse último feriado dos Veteranos de guerra, o Veteran Day aqui no Estado da Flórida, deixou a população americana questionando muita coisa.

Uma concessionária Ford na área centro-norte da Flórida, simplesmente resolveu “homenagear” os veteranos de guerra, fazendo uma “promoção” onde o comprador de camionetes e pick-up ganhavam uma metralhadora AK-47. Seus olhos não estão embaçados...escrevemos uma metralhadora AK-47.

Que na América existe category killers nós já sabemos...mas que tipo de category killers seriam esses? Podemos classificar como estratégia de marketing? Podemos classificar como estratégia de vendas?

Uma coisa é certa, a promoção foi tida como legal porque a própria constituição americana permite o cidadão a ter uma arma. E o NRA – National Rifle Association também foi contatado e se manifestou.

Mas a questão da promoção? O americano concordou? Não concordou? Funcionou? Se uma vez que sabemos que as concessionária vivem muito do movimento da região, o que aconteceu junto a clientela?

Segundo a gerência da concessionária, o resultado foi positivo e a exposição que ganharam na mídia foi impressionante. Mas para "tranquilizar" a população a concessionária informou que antes de entregar a metralhadora, faz um background check no cliente.

Quando era garoto no Brasil havia um slogan que dizia: Não faça do seu carro uma arma, a vítima pode ser você. Poderíamos até adaptar para não compre seu carro com uma arma, a vítima pode ser você.

Já pensou se essa moda pega no Brasil?

Thursday, November 4, 2010

Dilma ganhou. E agora? O que acontece?

A vida continua!


Domingo passado, dia 31 de outubro o Brasil votou como presidente da república brasileira, a primeira mulher a ocupar esse cargo de tanta relevância para qualquer país. O Brasil terá a primeira presidenta.

O que acontecerá no comércio internacional, o que acontecerá no comércio entre Brasil e Estados Unidos, não sabemos...só o tempo irá dizer.

Mas como todo mercado é flutuante como o líquido, assim como a foto ao lado, a Presidenta Dilma está fazendo um splash no Brasil e no mundo. Mas depois que a fruta vermelha parar...a água, ele o mercado, irá procurar o próprio nível. O mercado irá se nivelar por conta própria. Sempre foi assim, é e será.

Nosso conselho para aqueles que ainda sonham em atuar no comércio exterior, não esperem pelo governo e façam a sua parte. O mundo tem pressa.