Wednesday, June 22, 2016

Que negócio abrir em Miami? Você tem idéia? Nós temos...

Se você é mais um dos brasileiros que quer mudar para os Estados Unidos, não está mais naquela de trabalhar para ninguém, e sim abrir um negócio próprio, a primeira pergunta que vêm na sua cabeça, é: o que abrir nos Estados Unidos? O que abrir em Miami ou Orlando? O que fazer?

Saiba você que não está sózinho nessa dúvida. Uma das perguntas mais frequentes como consultor que escuto, é justamente essa. Minha resposta?

É sempre a mesma. Depende do quanto quer investir e do que você quer fazer! Porque respondo assim? Porque existe negócio de tudo que é tamanho de investimento e natureza nesse país. O que você pode abrir de diferente? Porque fazer negócio com você? Qual o seu diferencial?

Você que tem que determinar e ser o mais específico, objetivo e sincero com você mesmo e com a sua família.

Antes de você pensar em qualquer coisa, primeiro você tem que se posicionar no visto de residência. Uma vez feita a estratégia, pensa no que fazer. Muitos lamentávelmente fazem ao contrário; se estruturam e depois tentam acertar o status de imigração. This is a big NO!NO!

Para aqueles que tem condições de investir mais de US$ 500 mil dólares, o famoso visto EB-5 é uma boa opção. Você praticamente garante o seu green card e da família com filhos menores de 21 anos e já fica sabendo o total de investimento.

Aos que não querem participar desse programa e abrir uma filial ou um outro negócio independente, cautela e muita pesquisa é o que sugerimos.

Os brasileiros simpatizam com franquias, construção imobiliária, reforma de casa, dentre outras atividades que caem no gosto da comunidade. 

Mas atente a uma coisa: o que você ver no meio da comunidade brasileira, não quer dizer que é o melhor negócio para você.  Se você abrir um negócio para vendas local que os outros brasileiros que estão aqui já fazem há anos, acabará caindo na bolha comunitária. Como sabido, conflitos acontecerão porque passará a ser concorrente!

Lembre você que Miami ou Orlando, não refletem a grandiosidade empresarial e comercial americana como um todo. Cada cidade tem sua característica. Não esqueça você que esse país possui 50 estados. E com certeza, você viajando e frequentando trade shows, irá deparar com idéias e negócios fantásticos que nunca imaginou. 

A pergunta é: tem disposição para encarar um projeto ou um novo conceito de negócio que nunca viu? Totalmente contrário a cultura brasileira! Você sonha grande?
  

O início desse post, não considerava um propaganda mas se você pensa em mudar para cá, faça um contato com esse blogger. Afinal, o blog é o hobby mas trading, consultoria, marketing e vendas em massa é o que fazemos. Temos muitas oportunidades e idéias nas mãos, tanto dos Estados Unidos para o Brasil, como aqui dentro mesmo.  Com certeza, você interessado não perderá tempo. Nosso website é http://www.moriahinternational.com

Thursday, June 16, 2016

Tem imóvel ou conta bancária nos Estados Unidos? Lei da anistia. Conhece?

Amigos, no mês passado, exatamente no dia 19 de maio, nesse mesmo blog, colocamos a matéria “você que têm dinheiro ou imóveis aqui fora. Declare ou repatrie enquanto tem tempo”.   Você pode ler a matéria logo abaixo.

Acontece que pela repercussão e seriedade do assunto, muitos nos procuraram.  Lamentávelmente muitos  desses que compraram casas, apartamentos, até mesmo carro em Miami e Orlando ou em qualquer outra cidade dos Estados Unidos, estão brincando com essa lei e não acreditando que os tempo mudaram.

Se você acompanha o noticiário brasileiro e mundial, é nítido que o combate a corrupção e sonegação vive momentos sem precedentes na história.

Como nosso assunto é Brasil e brasileiros,  decidimos cirar um vídeo que carrega o título desse post: Tem imóvel ou conta bancária nos EUA? Lei da anistia. Conhece?

Como uma imagem vale mais do que mil palavras, esperamos que esse vídeo onde opinamos sobre essa lei da anistia ou lei da repatriação, faça com que todos aqueles que estão nessa situação super comprometedora com a legislaçãa, se ajustem com a receita federal e autoridades brasileiras.  A saber o prazo de se apresentar voluntáriamente e fazer as devidas declarações, é até 31 de outubro de 2016.

Veja vídeo e tire as suas conclusões. Como se diz na cultura americana: Now you know. Share it! Agora você sabe. Compartilhe!