Tuesday, September 11, 2018

Comida pronta durante um desastre natural. A indústria da tragédia americana.


Enquanto escrevo esse post, o estado da  Carolina do Norte está ameaçado com um furacão monstro de categoria 4, com um poder de destruição assustador, que pode alcançar 220 kilometros por hora.

Na reta em direção aos Estados Unidos, digamos, no corredor onde os furacões passam no Atlantico, mais dois furacões dão sinal de preocupação, o Isaque e o Helene.  Ou seja, existe a chance de mais dois atingirem esse país. 

A pergunta é: onde será que o furacão irá bater? Irá desviar ou até mesmo diluir durante o percurso?

Seja lá qual for o cenário, uma coisa que não pode ser esquecida é que existe uma indústria bilionária da tragédia, e infelizmente se repete todos os anos. 

Por exemplo, semana atrás, o Havaí que não está nessa rota comum de destruição por furacão, foi destruída e calcula-se uma destruição cuja reconstrução será de no mínimo US$ 4 bilhões de dólares. 

Dias atrás, foi a vez de Alabama, Mississipi e Missouri. Agora é Carolina do Norte!

Curioso é que o brasileiro exportador, que não entende nada dessa indústria, ainda tem muito escrúpulo com essa indústria. 


Mas por que desse post?

Hoje cedo fui no Sam’s Club aqui da cidade do Doral que fica localizada no Condado de Miami-Dade aqui no Sul da Flórida. 

Para surpresa minha, fora outros produtos que são mais do que necessários durante a época do furacão, como pilha, lanterna, gerador, água, dentre outros sugeridos pelo governo, um espaço de comida prontas ou que os militares chamam de MRE – Meals Ready TO Eat, estava bem no corredor!

Veja bem, o furacão é norte. Dirigindo são quase 15 horas norte de Miami até a capital do Estado de Carolina do Norte. 

Então porque de um kit furacão em Miami onde até agora não apresentou nada?

Resposta: cultura do país.

Esse kit de comida acima com um balde prêto proporciona 124 refeições balanceadas custando quase US$ 60.00. O kit branco, dentre outros objetos necessários, proporciona 32 porções de comida durante o furacão.

Se você um dia vier para cá, não faça como muitos fazem. Leve a sério a força da natureza. Como esgoto no meu Canal de Consultoria e Negócios,  se informe e se prepare. Fique ligado nas notícias americanas e nos órgãos oficiais americanos, com todo respeito, não nos seus amigos no Brasil!

Tuesday, August 21, 2018

Como transportar por container um pequeno avião para o Brasil?

Você pode não acreditar mas existem muitos importadores brasileiros para não pagarem o custo de transporte, se arriscam levando pequenas aeronaves, tanto pequenos helicópteros como o R22 da Robinson, como avião, dos Estados Unidos para o Brasil.

O que acontece no translado, você não tem idéia. Como diz no Brasil, a "adrenalina que muitos passam na Amazonia é sinistra!"

Quando você conversa com o mesmo, sente-se pelo teor da conversa, que o risco do transporte é muito mais na economia do que no prazer e aventura de voar.

Fica a pergunta: justifica?

A experiência tem mostrado que é muito mais prático e seguro, desmontar a aeronave, seja ela helicóptero ou avião, colocar no container e enviar para o porto brasileiro desejado.

Veja matéria assinada pela Rita Sanchez da Moriah Cargo, Inc que já carrega uma experiência desde 1992 embarcando pequenas aeronaves para o Brasil.

Como transportar por container um pequeno aviao para o Brasil

Friday, August 3, 2018

Investimento estrangeiro nos Estados Unidos. Veja o que Ricado Amorim diz porque não investem no Brasil.


Goste você ou não do Presidente Donald Trump, uma coisa que você não pode negar que em termos econômicos ele está batendo recordes. 

Por exemplo, segundo o BEA – Bureau of Economic Analysis através do 2017 FDI Inward Stock Data, os Estados Unidos atingiram um recorde de US$ 4 trilhões de dólares em ações de FDI – Foreign Direct Investment. Ou seja, investimento de estrangeiro no país.

Você tem noção o que é US$ 1 trilhão? 

Se não, veja nesse mesmo blog nosso post publicado no dia 19 de julho chamado  Flórida: uma economia de US$ 1 trilhão de dólares. O que é 1 US$ 1 trilhão de dólares? 


Mas porque isso acontece? Por que o estrangeiro sente segurança em investir nos Estados Unidos e não no Brasil?

Apesar de saber que existem americanos que investem no Brasil, minha experiência de tentar levar,  não tem sido positiva. Isso é tão verdade que até criei esse post ao lado para minha conta no Instagram.

Veja essa fanstástica explanação do Ricardo Amorim.

Aos que não conhecem, Ricardo Amorim é reconhecido como o economista mais influente do Brasil pela revista Forbes.

Nesse vídeo, que não sei a data nem onde foi, mas continua atual como sempre, ele dá uma explanação muitíssimo interessante, clara e objetiva, do porque o estrangeiro não investe no Brasil. 

Monday, July 30, 2018

PIB americano de 4.1% no segundo trimestre.O que é 1% de aumento?


Para desespero dos democratas, inclusive do ex-Presidente Obama, para revolta dos esquerdopatas, o Presidente Donald J. Trump vem batendo todos os recordes da história econômica americana.

Semana passada, o Presidente Trump declarou um aumento de 4.1% do GDP – Gross Domestic Product ou PIB – Produto Interno Bruto em português.

Apresentando um crescimento no trimestre que há 13 anos não apresentava, o governo Trump tem uma expectativa de um crescimento anual bem maior do que 3% conforme os  acordos comerciais dos Estados Unidos forem renegociados.

Nesse ritmo, a expectativa é que a economia americana dobre de tamanho 10 anos mais rápido do que incialmente esperado, sobre o governo Obama, Bush e até mesmo no governo Trump!

Se hoje calcula-se uma economia de US$ 20 trilhões de dólares, faça as contas.

Mas o que representa um aumento de 1% no PIB americano?

Representa aproximadamente quase US$ 3 trilhões de dólares e 10 milhões de novos empregos.
Curioso que ainda tem gente que defende socialismo e comunismo!

Veja anúncio oficial dessa matéria, clicando no link oficial do Twitter @TheRealDonaldTrump.

Saiba que essa conta, o Presidente Trump a usa como ferramenta não só para divulgar suas conquistas mas como também combater o Fake News.

O Presidente Trump chegou a dizer que essa conta o ajudou a ser eleito presidente dos Estados Unidos. Eu que acompanhei de perto, acredito! 

Thursday, July 19, 2018

Flórida: uma economia de US$ 1 trilhão de dólares. O que é US$ 1 trilhão de dólares?


Essa semana os grupos de WhatsApp foram inundados com uma reportagem onde mostrava que a economia da Flórida atingiu US$ 1 trilhão de dólares, e que ainda tem mais espaço para crescer.
Na mesma matéria dizia que caso o estado da Flórida fosse um país, seria a décima-sétima do mundo, na frente da Suiça, Arábia Saudita, Argentina e Holanda.
Na minhas pesquisas pelo Google, diria até mesmo Portugal que é o destino de vários brasileiros que querem deixar o Brasil, apresentou em 2016 um PIB de US$ 204.6 bilhões.
Como curiosidade, segundo o The Florida Chamber Foundation o ritmo de crescimento da Flórida é de US$ 2.7 bilhões por dia! Faça as contas!
Considerando que o estado da Flórida é a preferência dos brasileiros que querem imigrar, abrir empresa e/ou investir nos Estados Unidos, podemos confirmar o que uma política fiscal agressiva significa. Hoje temos resultados para comemorar.
A saber, o estado da Flórida é um dos poucos estados americanos que não existe imposto estadual nem para pessoa física nem para a jurídica.
Pensando em Miami, Orlando, Tampa ou qualquer outra cidade floridiana, saiba que em termo de economia, como se diz aqui, apesar de todos os desafios de qualquer negócio, cidade e estado, é uma economia robusta.
Mas o que é US$ 1 trilhão de dólares? Veja essa interessantíssima animação chamada How Big is one trillion dollars produzida pela Animated Comparisons, que nunca mais você vai falar um caminhão de dinheiro da mesma maneira.

Wednesday, July 11, 2018

Prefeito da minha cidade no meu condomínio? Como é isso?


Se você é de uma cidade grande ou no Brasil ou aqui nos Estados Unidos, sabemos que a distância de nós mortais ao poder é maior.

Mas de uma maneira proporcional, aqui nos Estados Unidos, quanto menor a cidade, mais acesso você tem aos governantes. Isso é fato!

No Brasil, até mesmo vereador depois de eleito, vira as costas para você, e caso consiga encontrá-lo mais uma vez, só a véspera das eleições!

Esse tipo de postura abusiva dos políticos brasileiros, não acontece aqui nos Estados Unidos. Aqui o político entende que é empregado do contribuinte, e como tal, trabalha para o mesmo.

O problema desse trauma é que muitos brasileiros vem para os Estados Unidos, e não desfrutam desse apoio na cidade onde decidem morar. A famosa “longe do governo” é constante na boca deles! 

E pode acreditar, quem se posiciona assim, perde e perde muito! 

Mas por que estou falando isso?


Quem me acompanha, sabe que sou um grande defensor da Cidade do Doral que fica localizada na área oeste do Condado de Miami-Dade.

Aos que nunca viram o vídeo, convido assistir Por que a Cidade do Doral na Flórida?

Ontem o Prefeito Juan Carlos Bermudez veio ao Condomínio Costa del Sol, onde moro, falar aos moradores de como nós moradores, podemos nos relacionar com a cidade e desfrutar de tudo que a cidade oferece. Veja panfleto anexo!

O Prefeito Bermudez veio também escutar os moradores. O que incomoda, o que pode ser melhorado na cidade, como a cidade pode trabalhar em conjunto com os grandes condomínios que pela arquitetura e urbanização, possuem um impacto econômico e social muito forte.

Você já escutou algum prefeito que já visitou algum condomínio no Brasil

Meu respeito e agradecimento ao Prefeito Bermudez.

Friday, July 6, 2018

Quanto custa abrir um embarcador em Miami?




A palavra da ordem parece que é sair do Brasil. 

Sendo você empresário, a tendência é você vir para Miami que sempre é a primeira ou segunda cidade dos Estados Unidos de preferência para o brasileiro, depois de Orlando na Flórida.

Se você é empresário no Brasil, com certeza você não considera trabalhar para ninguém. Então você pensa abrir uma filial da sua empresa ou atividade que você tem experiência ou conexões.

Você decide ser embarcador e entrar no segmento de transporte de mercadoria nesse eixo Brasil e Estados Unidos.

Falaram para você que é a coisa mais fácil do mundo. Falaram para você que para ser respeitado nos Estados Unidos, é obrigatoriedade a abertura de uma empresa no território americano. Será mesmo?

Você tem noção quanto custa abrir e manter um embarcador pequeno em Miami? Você está preparado para a realidade? Não te falaram?

Veja matéria publicada essa semana no Portal Cargo News chamada