Wednesday, April 21, 2010

Abrindo empresa nos Estados Unidos.

Muitos nos perguntam porque exemplificamos muito em seminários e e artigos que já escrevemos, sobre abrir empresa na cidade de Miami e/ou o estado da Flórida. A resposta é simples...porque estamos na Flórida.

Para você que sonha em abrir uma empresa nos Estados Unidos, entenda que a lei de abertura de empresa é estadual, e cada estado têm suas variações, regulamentos e lei. Os chamados compliances e regulations às vezes são bem acentuados entre os 50 estados.

Muitos pensam nas famosas empresas em Delaware e Nevada para os devidos incentivos fiscais. Se fosse tão fácil como todos dizem, porque não o fazem?

Hoje o endividamento do governo americano é imensurável, e muitos acreditam que será impagável. Realmente não sabemos o que dizer. Só sabemos que todo o cuidado é pouco para os que querem abrir empresa nos Estados Unidos. Tenham muito cuidado com o que te prometem.

Inclusive tenha muito cuidado se justifica você se tornar um residente. Dependendo do ritmo de vida que você tenha, caso fique mais no Brasil do que aqui, você pode abrir empresa e não ser tornar residente...evitando assim uma tributação bem mais pesada, mas isso não quer dizer que não pagará Imposto de Renda na empresa. Tente conhecer a famosa lei dos 183 dias (183 day rule). Não é tão fácil como parece e outros dizem... bem planejado também não é nada de ímpossível.

Você caso tenha uma certa intimidade com o inglês, pode buscar o sonhado estado no seguinte link.

http://www.usa.gov/Business/Incorporate.shtml

Lembre de uma coisa, que somos obrigados a repetir: você pode esquecer do IRS – Internal Revenue Service (Imposto deRenda), mas o IRS não esquece de você.

Thursday, April 8, 2010

Mas qual é o teu website mesmo?

Como você se sentiria em fazer negócios com alguém que promete muito mas você não têm como comprovar o que essa pessoa diz?

Ou então, você têm dificuldade de encontrá-la? Não têm como rastrear...ou então você não consegue ver essa pessoa investindo no que ela própria diz?

Pois é, em um mundo onde o Social Networking que nem Facebook, Twitter, LinkedIn, Blogs estão se tornando quase que obrigatoriedade, é impressionante como muitos brasileiros ainda vêm fazer negócios nos Estados Unidos, sem cartão de visita...e pior, sem website, se escorando em endereços genéricos tais como Gmail, Yahoo ou até mesmo Hotmail. Não que tenhamos alguma coisa contra o Hotmail ou Gmail ou Yahoo ou qualquer outro mais genérico, mas parece que os “spammers” os adotaram como preferido!


Acredite você que se teu endereço for teunome@genericoemail.com , e chegar em território americano querendo fazer negócios...o mercado irá te olhar “atravessado”.

Quanto custa um domínio? Quanto custa hospedar uma página na net? Hoje está barato de mais! Se você que é dono do seu negócio não quer investir, porque a outra parte? Sem website você caracteriza para a cultura americana a falta de interesse de continuidade no teu próprio negócio!

Caso você vá a um tradeshow, onde nenhum expositor têm tempo a perder; principalmente nos dois primeiros dias, chances são que uma vez apresentado teu cartão, a falta de um domínio irá manchar a conversa. Pode acreditar no que estamos falando...a primeira impressão ainda é uma máxima.

Independente da arte do teu cartão e até mesmo o tamanho “intimidador”, escrevemos isso porque já vimos cartões de visitas brasileiros que pareciam mais cartão postal do que outra coisa...o mais importante é você ter um cartão de visita, dentro dos padrões americanos (2 polegadas x 3.5 polegadas), com o domínio www da sua empresa.


Mesmo que o website da tua empresa esteja em construção, pelo menos você demonstra a intenção de se posicionar conforme exigência mercadológica atual e do mercado americano.


Mas não desanime...continue trabalhando duro porque quando você chegar a altura de um Donald Trump que se gaba que não têm cartão de visita porque o mundo todo...não todo mundo...mas o mundo todo sabe onde encontrá-lo...aí sim você pode desconsiderar tudo isso que está escrito!