Search This Blog

Saturday, December 9, 2017

40 videos. 26 anos. 7 categorias. Canal de Consultoria e Negócios nos Estados Unidos

Carregando uma experiência de quem faz negócio entre Brasil e Estados Unidos nos dois sentidos, tanto exportando como importando, desde 1991, o Canal de Consultoria e Negócios no You Tube apresentado por esse blogger, Richard Sanchez, chega ao final do ano com 40 vídeos nas categorias que esse consultor acredita serem de suma importância para todo e qualquer empresário brasileiro que sonha em negociar com os Estados Unidos, sejam exportando, importando, investindo ou até mesmo mudando com a família. 

Como são muitos assuntos, ainda não chegou a vez dos vídeos sobre imóveis. 

Aos interessados no tema, também escrito por esse blogger, é só clicar no link. http://www.compradeimovelemmiamiflorida.blogspot.com

Para ver qualquer vídeo, é só clicar no título. Não conseguindo ou não aparecendo o hyperlink, seguir instrução no final do post. 




Abertura de empresa em Miami ou nos EUA





Provérbios 22:29 e você nos EUA.
Qual a importância do networking nos EUA?




Legislação


Marketing, Distribuicão e Logística


Moriah International, Inc - Vídeos Institucionais

Consultoria e Negócios nos Estados Unidos.
Consultoria e Negócios nos EUA. Video promocional da Moriah International, Inc






Por que Doral? Miami-Dade ? Flórida?
Por que a Cidade do Doral na Flórida?
Por que o Condado de Miami-Dade?

Clicando no link http://www.tinyurl.com/RWSYT você será direcionado na página do You Tube e todos os vídeos acima  estarão categorizados por assuntos como demonstrado.

Não esqueça de curtir e compartilhar o canal do You Tube ou essa página com todos aqueles que sonham com os Estados Unidos.

Muito obrigado à você que tem nos acompanhado nesse blog através dos anos, uma vez que estamos ativos desde 2009 com quase 300 posts e mais recentemente no You Tube que estamos comemorando 40 vídeos com muito conteúdo. 

Wednesday, December 6, 2017

Cúmplice. A palavra do ano de 2017 nos Estados Unidos

O website americano www.dictionary.com que eu visito com bastante frequência apesar do meu bom vocabulário em inglês, elegeu a palavra COMPLICIT ou CÚMPLICE em português, como a palavra do ano de 2017.

O DICIO – Dicionário on Line de Português define CÚMPLICE da seguinte maneira.

Substantivo masculino  e feminino. Comparsa; pessoa que participa ou contribui de alguma forma para a realização de um crime ou de uma ação ilegal.

Como todos os escandâlos que aconteceram em Washington dentre outras esferas políticas,  empresariais e Hollywoodiana com os assédios sexuais, não é difícil entender porque a palavra CÚMPLICE foi eleita.

E como a vida nos ensina, nenhum desses grandes escandâlos, um só age. Seja na esfera que for, sempre alguém sabia e por motivos diversos, os interessados fecham os olhos.

O Google hoje norteia esse processo de interesse em alguma palavra mediante a busca.

No caso, em março teve um aumento de 10.000% devido a atriz Scarllet Johansson em um programa humorístico de televisão imitando a Ivanka Trump com um perfume chamado COMPLICIT ou CÚMPLICE.

Mas em abril quando a própria Ivanka Trump em uma entrevista na CBS, se defendia de uma acusação contra ela, quando o repórter a acusava de ser  cúmplice junto com o marido, em algumas ações do pai, o Presidente Donaldo Trump, a busca aumentou quase 11.000%

O curioso é que todos nós, inclusive esse blogger, de uma maneira ou outra somos cúmplices de alguma coisa, se pegarmos todas as variações do significado da palavra.

Não tem como falar diferente. Tem um significado muitíssimo forte que até a presente data não tinha pensado no assunto.

Consulte você mesmo a palavra cúmplice e tire suas conclusões. 

Sunday, November 19, 2017

Elon Musk lança o Tesla Roadster 2020


Que os Estados Unidos e o mundo estão acostumados a ver fila e euforia no lançamento de um Iphone, já é sabido.

Mas euforia por causa de um carro? 

Se você não acredita, é porque você não acompanha o que está acontecendo na comunidade de entusiastas TESLA.

Ou então você não acredita que o carro autonômo chegou de vez, não tem mais volta e a TESLA é a marca. Ponto final.

Semana passada Elon Musk, o sul-africano de nascença e visionário CEO da TESLA lançou o cobiçado Roadster 2020, conforme foto da NBC acima.

Com toda produção visual possível e imaginável, que um evento dessa natureza precisa, a cobertura da imprensa mundial foi maciça, e como não poderia deixar de ser, muita euforia dos entusiastas.

Dentre várias especificações de recordes, o carro vai de 0 à 60 milhas por hora (96.56 Km/h) em 1.9 segundos, nenhum outro carro tem essa aceleração.

De 0 à 100 milhas por hora (160.93 Km/h) em 4.2 segundos, tem uma autonomia de 620 milhas (998 Km) sem recarregar, alcança uma velocidade de mais de 250 milhas por hora (402.33 Km/h), tem um preço de mais de US$ 200 mil dólares, e o primeiro lote que foi chamado de Founder Series que custou US$ 250 mil dólares, foi esgotado em horas.

Veja vídeo do lançamento do Roadster na Califórnia no dia 16 de novembro publicado pelo Ran Future. Ainda no fundo, você poderá também ver o TESLA Semi, que é o caminhão.




Wednesday, November 15, 2017

Visto EB-5. É a melhor opção de visto para quem tem dinheiro?

                                    
Na nossa opinião é um BIG YES! 

Você é empresário. Você tem dinheiro. Você está cansado do que acontece no Brasil e quer mudar com a família para os Estados Unidos.

Você escuta mil histórias de fracasso de brasileiros que vieram para cá, perderam tudo e não conseguiram o cobiçado green card.

Você ecuta amigos que vieram para Miami, Orlando ou qualquer outra cidade da Flórida, Texas, Califórnia, enfim, qualquer outra cidade americana quando não perderam tudo, dilapidaram praticamente todas as economias abrindo empresas e buscando da mesma maneira, o green card.

Quando conseguem o green card, o dinheiro se foi!

O que fazer, pergunta você?

Nesse vídeo explicativo, esse blogger da sua opinião porque o visto de imigração chamado EB-5, é a melhor opção para o brasileiro que tem dinheiro.

E como a explicação é matemática, aprendemos que números não mentem.

Veja vídeo e tire suas conclusões.






Friday, November 10, 2017

Melancia: custou US$ 7.5 milhões de dólares. Como foi isso?

Um homem no Alabama processou e até agora ganhou US$ 7.5 milhões de dólares do WalMart, quando tropeçou em um pallet de melancia, para pegar uma outra melancia. Falando sério!...

Até onde foi noticiado na imprensa, o homem se machucou e não podemos dizer a extensão da lesão.

Seja negligência do homem ou não, seja armação ou não, o fato é que ele foi agraciado com US$ 7.5 milhões de dólares.

Mas aí você pergunta: o que tenho eu com esse absurdo?

Bem, se você não for exportador ou não pensar em exportar para os Estados Unidos, nada! Mas se você exporta ou considera exportar, o seguro de responsabilidade civil, o que  chamamos de liabiliy, é fundamental para seu sucesso e aceitação no mercado.

Decidimos colocar esse post porque muitos brasileiro vem ao nosso escritório, e acham que estamos exagerando. Esse caso, é só 1!

Não queremos dizer que o fornecedor da melancia será processado ou o fabricante do pallet será processado mas queremos mostrar o quanto é comum esse tipo de processo nesse país.

Por razões inaceitáveis, por valores mais ainda inaceitáveis, fortunas são pagas todos os dias em um sistema judiciário falho. Quando justifica, até endemos mesmo assim, muitas das vezes paga-se um valor de loteria as vítimas. Mas uma grande maioria das indenizações super milionárias, mancha o sistema judiciário americano.

E se você exportador, acha que só porque está no Brasil, não será atingido...esqueça! Qualquer problema dessa ordem, tenha certeza que antes de você acabar de ler esse email, te localizarão onde você estiver no Brasil. Claro que quem está aqui é atingido primeiro e mais fácil mas dependendo do caso, todos envolvidos na cadeia produtiva, no popular, “dançam!”.

Isto posto, você querendo exportar para os States, siga nosso conselho: faça um seguro.

Quanto ao WalMart, seguirá os mesmos  procedimentos de segurança,  informou que continuará usando o mesmo pallet, e claro, irá disputar na justiça esse valor, uma vez que a culpa foi do cliente.

Sunday, November 5, 2017

Estamos em novembro. Que horas são nos Estados Unidos?

Começou hoje,  dia 5 de novembro, às 2 da manhã, concorde você ou não com essa política de mudança de horário, o novo horário nos Estados Unidos: o relógio voltou 1 hora e fica assim até dia 11 de março de 2018, quando começa o horário de verão.

A costa leste americana ficará 3 horas atrás de Brasília, e cabe você checar o fuso horário dos outros estados americanos, caso você tenha parentes, amigos ou faz negócios com os Estados Unidos, uma vez que aqui nós temos 4 fusos horários.

Polêmico como sempre é aqui e no Brasil sobre essa mudança de horário, se justifica ou não, o mundo inteiro irá seguir essa mudança.

Aos brasileiros que estão em contato direto com os Estados Unidos, seja qual for a capacidade, pedimos o obséquio de atentar a esse detalhe do para não  acordar principalmente os da costa oeste que estarão 6 horas atrás!

Wednesday, November 1, 2017

Varejista americano e mundial se preparam para a feira NRF2018 em Nova York


Apesar da nossa matéria anterior sobre o cuidado que um novo varejista tem que ter quando pensar em abrir uma loja nos Estados Unidos, se você considera em abrir lojas ou aqui ou no Brasil, a visita feira NRF 2018, National Retail Federation 2018 é parada obrigarória. 

No tradicional centro de convenção Jacob K. Javits em Nova York, no mês de janeiro dos dias 14 à 16 de 2018, os organizadores esperam 35.000 visitantes, de 95 países, representado por 18.000 lojistas.

Se você é brasileiro, quer ver tendência, buscar oportunidades e fazer networking, mais de 600 expositores dos mais diversos segmentos que compõe a indústria varejista, estarão disponíveis à todos os interessados.

Se você que está lendo essa matéria, acha estranho nos referimos a palavra indústria para nos referirmos ao mercado, saiba você que para os padrões americanos comerciais, existe uma brutal diferença entre a indústria e mercado.

Aprendemos aqui que mercado é o que você vê quando sai na rua. Indústria, é tudo aquilo que você não vê, e só os pesquisadores, consultores, os que atuam com muita dedicação no mercado sabem.

Quando você entende a indústria, você entende o mercado. Mas a recíproca, não é verdadeira.

Maiores informações, você pode acessar o site oficial  https://nrfbigshow.nrf.com . 

Os interessados brasileiros que se interessarem em assessoria para esse ou outro evento, favor nos contatar no site Moriah Innternational Inc

Wednesday, October 25, 2017

Você conhece o Amazon Prime? Você tem certeza que quer abrir uma loja nos Estados Unidos?


Um relatório chamado Consumer Intelligence Research Partners divulgou recentemente que a Amazon Prime atingiu 90 milhões de pessoas cadastradas, e claro, adiciona mais pessoas ainda diariamente. Esteja entendido que o cliente Amazon sazonal, não foi contabilizado!

A saber, o consumo médio anual do cliente Prime é de US$ 1.300,00 contra US$ 700,00 no cliente sazonal.

Mas porque estamos falando isso?

Porque ainda recebemos clientes no nosso escritório que não acreditam que a Amazon é uma category killer. Ainda insistem em uma mentalidade brasileira de “fazer varejo” no mercado americano.

Chegam aqui nos Estados Unidos querendo abrir uma loja. Até aí tudo bem! Mas se uma empresa chamada Amazon, está ameaçando grandes gigantes do mercado americano, está ameaçando o mercado on line, da mesma maneira está ameaçando os grandes shopping centers, então porque não uma pequena loja de brasileiro?

Ainda existe espaço para o lojista tradicional?

No nosso entendimento, apesar de ser difícil, sim! Se esse lojista não tiver um diferencial, não criar uma experiência junto aos clientes na hora que os mesmos entrem na loja, não temos como falar diferente: será muito difícil o dono arcar com os custos operacionais dessa loja. Em pouco tempo será mais uma estatísca.

Mais do que nunca, quando pensar em abrir uma loja, somado ao exposto no parágrafo acima, tenha em mente que caso não tenha um produto diferenciado, um atendimento diferenciado, de boa para excelente margem de lucro, uma presença agressiva no mercado onde sua loja está localizada, e claro, uma forte presença on line, suas chances de sucesso serão reduzidíssimas. Vai perder sacos de dinheiros como muitos fazem, mas não falam no Brasil por vergonha!

Se é você que está lendo essa matéria, é um que pensa em abrir uma loja aqui em Miami, Orlando ou em qualquer lugar do país, deixo uma pergunta para você.

A chance é que a Amazon vende ou vai vender o produto que você está oferecendo. 

Por que o cliente americano vai deixar de comprar na Amazon, no conforto da casa dele, para comprar na tua loja?

Se você souber responder com precisão essa pergunta, já tem uma chance...

Friday, October 20, 2017

Consultor empresarial em Miami abre conta no Instagram

Forçado pela tendência de mercado e como mencionado no post do LinkedIn, quem não avança, encolhe, esse blogger e consultor empresarial, finalmente abriu sua conta no Instagram depois de tanto incentivarem.

Como muitos que seguem esse blog sabem, eu, Richard W. Sanchez, tenho um Canal de Consultoria e Negócios no YouTube.

Comecei a receber várias pessoas no escritório, repetindo para mim, as “frases de efeito” que falo com frequência nos vídeos, seminários e até mesmo aqui nesse blog. Não tenho como negar mas tem sido uma experiência muito gratificante.

Comecei a ver nisso uma oprotunidade. Começaram a me incentivar. No dia que a inspiração bateu, nós que escrevemos sabemos como é isso, em uma sentada saiu mais de 50 frases que venho falando ao longo dos anos. Confesso que fiquei supreso!

A proposta dessa conta no Instagram é ter sempre frases com propostas de conceitos de negócios, motivação, positividade com apoio bíblico ou não, enfim, estarei reportando as frases e pensamentos que tem me impactado desde 1991.

Veja foto inaugural ao lado direito.

Aos interessados em me seguir, meu agradecimento antecipado. Segue o endereço do Instagram: @richardwsanchez

Thursday, October 5, 2017

O que é a indústria da tragédia nos Estados Unidos?

A indústria da tragédia nos Estados Unidos, seja desastre natural (furacão, tornado, terremoto, enchente, incêndio nas matas, neve, seca, etc) ou atentados, é uma indústria que movimenta bilhões de dólares na reconstrução ou prevenção.  Infelizmente não existe nenhum sinal de desaceleração. 


Veja em mais um polêmico vídeo o que esse blogger diz.  Sua experência com exportadores brasileiros nesse segmento, conflita com a cultura brasileira mas não americana.

Mas como ele diz no vídeo, se o brasileiro considera morar ou empresariar nos Estados Unidos, ele terá que mudar o entendimento sobre esse triste cenário que é real e crescente.

Hoje mesmo, dia 5 de outubro, a indústria de segurança, seja de equipamentos, de pessoal, de tecnologia,  já estão se movimentando para um avanço exponencial de  bilhões de dólares, depois desse trágico, inexplicável, inaceitável, inconcebível, inimaginável, massacre de Las Vegas.

A saber, o vídeo a seguir foi inspirado em cima do furacão Harvey que devastou parte do Texas e Lusiânia. Logo veio o Irma que da mesma maneira, devastou os Keys bem no sul do estado da Flórida.

Quando o vídeo estava para ir para a edição, veio o Maria que acabou com Porto Rico, sacrificando a vida de 3.5 milhões de pessoas, que só sabe DEUS quando a vida voltará ao normal.

Decidimos regravar...até que infelizmente veio o massacre de Las Vegas. Impactado com o acontecido, esse blogger resolveu regravar o vídeo e inserir esse diabólico atentado.

Resumo: são milhões de vidas afetadas, uma grande maioria precisando de reconstruir a vida enquanto escrevo esse post.

Veja vídeo e tire as conclusòes.



Wednesday, October 4, 2017

NBAA 2017 - Aviação executiva se encontra em Las Vegas esse mês.

Depois do massacre de Las Vegas que aconteceu no último final de semana, onde até a presente data, se tornou o maior atentado em massa,com 59 mortes até esse post, cometido por um americano, a Cidade de Las Vegas aos poucos está voltando ao normal, depois dessa inconcebível e inimaginável tragédia. 

Mostrando o que Las Vegas, assim como todo os Estados Unidos tem de melhor, a cidade não irá se intimidar nem se acomodar com violência ou qualquer ato de terrorismo. A vida continua e o show tem que continuar.

Com um clima bem diferente dos outros anos, o mercado de aviação americano se prepara para mais um NBAA.o de número 70.

Para aqueles que ainda não têm intimidade com a abreviação, NBAA significa National Business Aviation Association – Associação Nacional de Negócios em Aviação, no português bem claro. Foi fundada em 1947 e é baseada em Washington, D.C.

O NBAA 2017 – Business Aviation Convention & Exhibition é tido como o quarto maior trade show dos Estados Unidos com mais de 1.000 exibidores. 

Esse evento que atrai entusiastas de aviação do mundo inteiro, se realiza anualmente, e esse ano será na cidade de Las Vegas, no Estado de Nevada, durante os dias 10 à 12 de outubro.



O preço das entradas como apresentado no website oficial comprando online e antecipado é de US$ 290.00 para membros e US$ 495.00 para não–membros; e na porta para os não-membros US$ 600.00 e para membros 395.00 !!! Como podemos concluir, com esses preços de bilheteria, “não se joga conversar fora”.

Se você se tornar membro, dependendo do seu interesse, justifica o desconto!

Para você que pensa em conhecer de perto o que é a indústria e/ou mercado de aviação nos Estados Unidos, é simplesmente mais um evento imperdível.

Maiores informações você pode buscar no site oficial da NBAA.

Tuesday, October 3, 2017

Segurança do trabalho nos Estados Unidos. Como é isso?

Se você navega no YouTube e busca vídeos relacionados aos Estados Unidos, de como abrir empresa, de como internacionalizar, de como ingressar no mercado americano ou qualquer outro título que tenha a conotação de imigrar ou empresariar em Miami, em Orlando ou qualquer outra cidade na Flórida ou Estados Unidos, com certeza você encontrará vários " YouTubers"  brasileiros ousando a dizer que não existe lei trabalhista!

WOW! Isso mesmo, vários dizem que não existe lei trabalhista de maneira nenhuma nos Estados Unidos! Se você acredita em Papail Noel ou Saci-Pêrere, você acredita nesse discurso. 





Para continuarmos nosso post perguntamos: se existe Ministério do Trabalho, você não acredita que existe lei trabalhista?!

Mas continuemos no nosso post.

Aos que acreditam e querem saber mais e não conhecem, saibam a OSHA – OccupationalSafety and Health Administration, aos mais curiososos é só clicar no link, é a poderosa agência federal que regulamenta todas as “leis e regulamentos” de segurança e salubridade relacionadas a qualquer posição de trabalho dentro do território americano.

Em um país que segunda a própria OSHA diz que morrem mais de 4.500 trabalhadores e quase 3 milhões de trabalhadores se machucam por ano, você não acredita que deva have alguma regulamentação? Alguma lei que venha proteger o trabalhador?

Pois bem, a esperada listagem anual da OSHA acaba de ser divulgada. Iremos mencionar os top 5 casos que causaram mais acidentes no ambiente de trabalho dentro do calendário pesquisado.

  • Queda
  • Comunicação sobre perigo
  • Queda de andaimes
  • Proteção respiratória
  • Tranca e procedimentos de seguranças em máquinas perigosas.


Mesmo que você não acredite mas caso você venha a ter um funcionário que venha se machucar ou até mesmo falecer devido a uma violação de segurança trabalhista qualquer, imposta pela OSHA, com certeza, sua dúvida sobre se existe ou não lei, acabará quando você receber a primeira carta registrada para ser ter o recibo assinado do advogado da outra parte.

Welcome to America.

Monday, October 2, 2017

Feira de qualidade?! Como é isso nos Estados Unidos

Muitos nos perguntam de que o mercado americano precisa.

Ousamos a dizer que o mercado americano praticamente não precisa de mais nada em termos de idéias mas sim de qualidade de produtos ou serviços. 

Tenha certeza que o espírito de excelência ainda é um grande diferencial e apelo comercial em qualquer área ou nível comercial.

Aqui tem de tudo que você imaginar e em grande quantidade. Só que de qualidade, muitas das vezes comprometedora. Mas é assim, pergunta você. Sim, é! Mas o que fazer?

No aspecto fabricação, como sabido, o que muitas das vezes o que dá qualidade no produto é o máquinário.

Dito isto, acontece nesse mês, de 24 à 26, na cidade de Rosemont em Ilinois, a famosa feira The Quality Show.

The Quality Show acontece todos os anos e trás ao mercado americano e mundial, o que existe de mais moderno em maquinário para dar o acabamento ideal ao seu produto ou fábricá-lo com uma qualidade irretocável.

Aos interessados, favor acessar site oficial www.qualityshow.com

Tuesday, September 26, 2017

Dinheiro não é tudo nos Estados Unidos.10 razões!


Atendendo os empresários brasileiros de toda natureza, tamanho e regiões do Brasil que chegam à  Miami ou para abrir empresa ou querendo mudar com a família, Richard Sanchez, esse blogger, que só pela Moriah International, Inc presta esse tipo de serviço desde 2000, juntando com sua experiências e incontáveis horas de reuniões com advogados, contadores, corretores de imóveis, seminários e conferências, outros consultores dentre outras atividades que vêm atendendo a comunidade brasileira ao longo dos anos, coloca de maneira muito polêmica aquilo que ele entende ser as 10 razões porque o dinheiro não é tudo nos Estados Unidos.  

Veja vídeo e tire as suas conclusões.