Friday, December 14, 2012

Grupo de empresários brasileiros na Flórida encerra o ano com muito sucesso.

BMA – Brazilian Marketing Annex um grupo empresarial da Câmara de Comércio da Cidade do Doral, DCC – Doral Chamber of Commerce, liderado por esse blogger, situado área oeste da cidade de Miami na Flórida, encerrou o ano de 2012 essa semana com seu tradicional business breakfast mais uma vez com full house.

O evento foi patrocinado pelo U.S. Century Bank cuja matriz também é aqui no Doral. Com frequência, o U.S.Century Bank tem cedido gentilmente o salão da sua cobertura que possui um belo visual para Downtown Miami para a realização desses concorrido eventos. Como não poderia deixar de ser, igualmente forneceu um delicioso e farto café-da-manhã.

A palestrante da vez foi a advogada especialista em Alfândega e Comércio Internacional Jennifer Diaz do escritório Becker & Poliakoff que com seu carisma, entusiasmo contagiante e profundo conhecimento legal, proporcionou aos presentes as 10 principais dicas de quando se importa produto para os Estados Unidos.

Fora os empresários locais, presentes ao evento também estavam os recém eleitos Prefeito Luigi Boria e Vice-Prefeito Sandra Ruiz da Cidade do Doral e as Conselheiras Christ Fraga e Bettina Aguilera.

A Conselheira Aguilera comentou praticamente quase que em primeira mão que a Cidade do Doral irá se preparar para a devida qualificação do visto EB5.

Aos que não sabem, o visto EB5 é um visto para investidor, onde o mesmo investe de US$ 500 mil à US$ 1 milhão de dólares dependendo da região, gerando 10 posições de trabalho no mínimo por um tempo também minimo determinado. Mas a região de investimento tem que ser aprovada de acordo com o governo americano. Como a economia americana está comprometida, está havendo umas mudanças no critério de seleção das regiões. Na área certa e o projeto de investimento a ser feito também sendo aprovado pelo governo, não só o investidor como toda a sua família recebem o Green Card.

O BMA - Brazilian Marketing Annex tem tido palestrantes de peso do Condado de Miami-Dade que declaram total interesse para com o mercado brasileiro e a comunidade brasileira no Sul da Flórida. Podemos citar como exemplo sem desmerecer os demais palestrantes até mesmo porque não queremos ser cansativos mas Porto de Miami, UPS, Miami Beach Convention and Vistors Bureau, World Trade Center, Miami International Airport, U.S. Commercial Service que é do Departmento de Comércio Americano, E-Florida que é do Estado da Flórida, Florida International University e outros políticos e oficiais locais.  

O apoio da Cidade do Doral ao BMA – Brazilian Marketing Annex desde o dia 1 que foi inaugurado, junto com os demais supra citados, mostram a relevância do Brasil como parceiro comercial no mercado local e sul da Flórida. Igualmente endossa a seriedade do trabalho que tem sido feito pelo BMA – Brazilian Marketing Annex.

Thursday, December 13, 2012

Macy’s aberta direto 65 horas? Como é isso?

Acredite se quiser mas as lojas Macy’s, uma das melhores lojas e cobiçadíssima pelos brasileiros que compram nos Estados Unidos, ficarão abertas por 65 horas na maioria das cidades americanas no último final de semana antes do Natal! Isso mesmo 65 horas direto!

Como Miami é parada obrigatória dos brasileiros, não poderia ser diferente. A cidade foi incluida nessa estratégia de promoção de final de ano.

A primeira experiência de 24 horas foi realizada em 2006 em Nova York, onde a famosa parada de Thanksgiving da lojas Macy’s já é uma tradição americana televisada para todo país e para vários lugares do mundo.

Do dia 21 de dezembro até meia noite do dia 23, inclusive haverá dentro dessas 65 horas, 48 horas de promoção especiais.

Quando vemos uma postura comercial com tal agressividade, confirmamos o que sempre mencionamos nos nossos seminários e projetos de distribuição comercial. A competição americana é predadora.

A cada dia que passa nós vemos através dos websites, social media, trade-shows, Black Friday, Cyber Monday, enfim, uma quantidade de estratégias que são desenvolvidas para atender consumidor americano, seja essa compra por impulso ou não, tenha arrependimento de ter comprado logo depois ou não. Pesquisas mostram que um grande percentual se arrepende e pior, não tem como pagar o que comprou!

Se o empresário brasileiro vier para cá sonhando em competir desse mercado super selvagem, e trazer na bagagem uma mentalidade acanhada; nosso conselho, não venha porque quase todas atividades e segmentos possuem a mesma agressividade comercial e empresarial. Nesse mais de 20 anos negociando nos States e assessorando muita empresa brasileira, e vendo "muita coisa", não hesitamos em dar esse conselho.

Como escrevemos nesse próprio blog no ano passado durante o Thanksgiving. A farinha é pouca meu pirão primeiro. E é isso que os lojistas querem, que você gaste tudo nas lojas deles e não sobre nada para a concorrência.

Monday, December 3, 2012

Você sabe quais são as leis de trânsito nos Estados Unidos?

Final de ano, as longas férias da garotada começando e você pensando em dar aquela esticada com a família, aproveitando o dólar baixo, alugar aquele carrão e passear nas belas estradas dos Estados Unidos.

Até aí tudo bem mas e as leis? Como é essa história de virar para a direita quando o sinal está fechado, ficar no meio da rua para entrar a esquerda, cruzar todos aqueles viadutos cheio de placas?...como é isso pergunta você.

Caso você não saiba as leis de trânsito aqui na Terra do Tio Sam é estadual e não federal. E como muitas leis que contribuem para esse cenário jurídico, muitas das leis são tidas como absurdas mas estão lá para nos incomodar e serem aplicadas. E caso estejamos dirigindo em um dos 50 estados, estamos sujeitos as todas as leis por mais absurdas que possam ser. 

Por exemplo, muitos se empolgam e compram um anti-radar. Acontece que se você for pego ou na Virginia ou no Distrito de Columbia, entenda onde se localiza Washington, a capital americana, você está com sérios problemas.

Ou se você estiver passeando no cemitério na Carolina do Norte, e for pego, as chances são grandes de levar uma multa. Você não leu errado, passeando em um cemitério de carro por prazer.

Ou então se você estiver dirigindo em Dakota do Sul à caminho do Monte Rushmore (foto abaixo) e pendurar no espelho retrovisor qualquer quinquilharia, é problema.

Ou então se a festa estiver boa, a família estiver bem unida e quiserem sentar três no banco da frente, se bem que com os carros modernos hoje está mais difícil, com certeza você será parado e multado se estiver dirigindo no Alabama. Achou um absurdo? O que você acha de buzinar perto de um cavalo no Estado de Nova York?

Mas o que fazer, pergunta você? Bem, antes de viajar sugerimos acessar o site da Associação Estadual de Segurança nas Estradas / Governors Highway Safety Association e navegar nas páginas. Visite principalmente os links. Clicar no link superior a esquerda State Laws and Funding, clicar também a esquerda em Law Charts e Laws by State que com certeza você encontrará "coisas", ou melhor leis bastante interessantes do estado que pretende visitar.

Drive safely and if you drink don’t drive. Have a memorable trip.