Thursday, February 24, 2011

3 perguntas + 7 perguntas = top 10 para quem morar nos Estados Unidos.

No dia 2 de setembro do ano passado, publicamos um artigo nesse blog que deu o que falar. Vale a pena ler. O título foi 3 perguntas que você tem que ter coragem de perguntar a si mesmo, se pensa em exportar para os USA. 

Que a economia brasileira está crescendo e está chamando a atenção do mundo, ninguém dúvida...mas a violência também. E isso ainda faz muitos empresários tentarem se estabelecer junto com a família aqui nos States; e desenvolverem negócios entre o Brasil e o mercado americano.

Como continuamos ver com frequência esse movimento, insistimos nas 3 perguntas. Mas gostaríamos de sugerir outras 7 devido as experiências que temos vivido, e considerar as Top 10 perguntas. Vamos à elas:

1)     O que posso perder por tentar morar e empresariar nos Estados Unidos?
2)     Irá justificar meu sacrifício e da família, caso venha perder muito em prol de um sonho?
3)     Esse preço a ser pago para imigrar, só eu estou disposto ou toda minha família está disposta ao sacrifício?
4)     O prazer de morar e empresariar nos States será temporário?
5)     O prazer de comprar um imóvel na Flórida será temporário?
6)     Morar, empresariar e comprar um imóvel em Miami, por exemplo, vai me dar paz?
7)     Com todo o movimento e comentários que hoje saem sobre a economia brasileira, sendo eu empresário, e empresário busca oportunidade, é a melhor estratégia “drenar” da empresa mãe e abrir filial nos States?

As perguntas, caso queiramos não irão parar. Estamos desanimando você leitor? Claro que não... mas o que vemos por aqui não é brincadeira. Chega a ser doloroso e muito triste...e podemos garantir que a maioria dos fracassos e desastres financeiros não são publicados no Brasil, o que deveria.

Iremos fechar esse artigo da quase da mesma maneira que fechamos o outro, porque sabemos ser uma decisão muitp difícil.
Se você não conseguiu responder com muita sinceridade e segurança a várias perguntas, sugerimos à você rever seus conceitos, seus planos e sonhos antes de qualquer decisão. Assim você economizará muito seu tempo e dinheiro... evitará muita dor de cabeça e sofrimento familiar.