Friday, July 29, 2011

Apple Computer com mais dinheiro do que o governo americano?

Conforme noticiado na imprensa americana, a Apple do legendário e quase inigualável Steve Jobs apresentou ao mundo em seu balanço em Junho US$ 76.2 bilhões dólares em cash. Wow!

Não precisamos dizer que os IPhones, IPads, ITouch, IMacs contribuiram para reescrever a história da empresa, jogando as ações para US$ 400.00 cada!

Enquanto isso o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos essa semana de julho apresentava US$ 73.8 bilhões de dólares.

A grande e única diferença desse volume de dinheiro é que o governo americano, está imprensado com os compromissos ameaçando a maior crise desse país que irá ameaçar a economia mundial; e a Apple se dando o luxo de pensar onde gastar…se quiser gastar.

Hoje saber que existe uma empresa mesmo sendo americana que nem a Apple ter mais dinheiro do que os Estados Unidos, é uma situação inimaginável. Mas com certeza poderemos aprender alguma boa lição nisso tudo.

Mesmo com toda essa reserva e cash flow, a história conta que Mr. Jobs é muito cauteloso nos gastos, com quem o cerca e investidas de sua empresa.

É uma pena que não vemos isso em Washington, nem em Brasília, nem em outos centros do poder mundial! Com certeza não podemos ver nem veremos porque o dinheiro não é dos políticos. Deve ser uma sensação agradabilíssima poder gastar o dinheiro dos outros sem se responsabilizar e ser punido.  

Friday, July 22, 2011

Pro Forma Invoice é coisa muito séria aqui nos Estados Unidos! Mas o que é isso?

Nesses 20 anos fazendo negócios com o Brasil chega a ser assustador a falta de entendimento que muitos brasileiros possuem em relação a um documento de exportação chamado Pro Forma Invoice.

Ou entendem, mas não acreditam que a repercussão negativa quando não honram uma Pro Forma Invoice pode ser devastadora, ainda mais se for produtos de valor alto.

Não honrar uma Pro Forma Invoice causa situações delicadíssimas; podendo até mesmo ter processo  aberto pelo exportador devido a frustação da expectativa de vendas. Ou seja, um prejuízo e um stress para todas as partes envolvidas. Ah se o Brasil pudesse saber quem já foi processado aqui nos States...

Não saberíamos mensurar a quantidade de vezes, isso o que sabemos, nem contabilizamos o que não sabemos, mas a quantidade de vezes que o importador brasileiro pede uma Pro Forma Invoice e não honra.

Mas o que é uma Proforma Invoice?

Antes de responder o que é, iremos responder o que com certeza não é. Pro Forma Invoice não é cotação e não é brincadeira. Pro Forma Invoice aqui nos Estados Unidos é levado muitíssimo a sério.

Para você leitor que nunca viu esse termo, em resumo, é como se fosse uma Pré Nota Fiscal, uma Pré Fatura Final. A Pro Forma Invoice é como um documento que é apresentado para iniciar todo processo burocrático porque o comprador já aceitou as regras do jogo e já se comprometeu. Diríamos que ele "já assinou" o contrato. Quando a mercadoria embarca, a Pro Forma Invoice é trocada pela Commercial Invoice, que diríamos é a Nota Fiscal ou Fatura definitiva. Visualmente é idêntica. A única diferença é o título e geralmente algumas pequena instruções devido à alfandêga do país de destino.

A gravidade do desdém de vários importadores brasileiros, é que o teor jurídico de uma Pro Forma Invoice, é como se fosse um contrato em as duas partes, exportador e importador, onde o importador diz que concorda com os termos  apresentado pelo exportador americano. O negócio já foi “selado”, e o exportador americano espera o pagamento conforme acordado. Simples!

Nosso conselho à aqueles que pensam em um dia pedir uma Pro Forma Invoice.

Se por acaso você é importador brasileiro, e passa na sua cabeça pedir uma Pro Forma Invoice ao seu exportador, se tem dúvidas que irá honrar…nem ouse pedir tal documento para não manchar a relação comercial e causar um prejuízo desastroso!

Depois de tudo que você leu, deixamos duas perguntas para finalizar:

Como você acha que um americano adjetiva a empresa que não honra um contrato?
Como você chama ou classifica uma empresa que não honra um contrato?

Friday, July 15, 2011

Qual a dívida dos Estados Unidos? Dona Maria tem a solução!

 Se você nunca clicou nesse site, www.usdebtclock.org vale a pena porque você vai saber o quanto os Estados Unidos esta devendo por segundo e estará devendo não tomando as devidas medidas.

Anote o valor que aparece no lado esquerdo bem no topo no campo US PUBLIC DEBT SUBJECT TO LIMIT, depois  de acabar de ler esse texto, volte ao “relógio”…é assustador.

A máxima quando você deve pouco você tem um problema, não se aplica hoje com a crise financeira americana. Mas a máxima quando você deve muito, quem tem problema é o credor.

O mundo acompanha o que fazer? Imaginamos que muitos “entendidos” estão presentes nessas reuniões. Assim como imaginamos que muitos “entendidos” estavam presentes nas reuniões anteriores e levaram o país a essa situação caótica e incontrolável.

Acredito que se chamarmos a Dona Maria que não entende de política nem de economia, muito menos de compromisso partidário, ela com certeza em cima da sua experiência e praticidade doméstica.irá solucionar o problema americano. Wow!

O país até agosto tem uma receita de US$ 172.4 bilhões de dólares e tem que pagar US$ 306.7 bilhões de dólares, tem um deficit de…ou melhor, está falatando US$ 134.3 bilhões de dólares. Sorry…Dona Maria não entende a palavra deficit!

Dona Maria na sua simplicidade se preocupa com a aposentadoria dela, a saúde, o futuro dos filhos e dos netos. Esse é o mundo dela…e tem muita dificuldade de entender “acordo partidário”, afinal os acordos anteriores levaram a Dona Maria à essa situação; tem dificuldade de entender “recomendação de redução de despesa”, “recomendação para eliminação de desperdício”. Não é melhor fazer do que recomendar? Recomendar depende da boa vontade…

Na caderneta que Dona Maria anota seu orçamento doméstico à lápis, a matemática é bem simples e ela ensina aos filhos.

  • Não gastar mais do que ganha.
  • Eliminar todos os desperdícios.
  • Aprender a dizer não aos impulsos.
  • Não fazer acordo com os aproveitadores.
  • E principalmente ter muito cuidado com as promessas  políticas!

Acho que Dona Maria está com a razão...

Monday, July 4, 2011

Hoje é 4 de julho…o que significa para você?

É uma pena que muitos imigrantes aqui nos Estados Unidos não respeitam essa data que possui um significado tão importante.

Não conseguem entender o que aconteceu no dia 4 de julho de 1776. Não conseguem entender a dimensão da Declaração da Independência escrita por Thomas Jefferson. Só associam essa data à churrasco e passeio no parque.

Muitos vem para cá, e não são poucos, desrespeitam a sociedade, o governo, o sistema e principalmente aqueles que morreram , morrem e ficam aleijados e/ou desfigurados definitivamente para fazer desse país uma grande nação, esnobando assim a liberdade que foi e tem sido conquistada com tanto sacrifício.

Aqui aprendemos que liberdade tem um preço imensurável. Eu mesmo como imigrante quando logo entendi isso há 20 anos atrás, passei a ter maior respeito por qualquer uniforme militar...e não tenho como expressar a minha gratidão à esses heróis.

Do jeito que as coisas vão, não temos melhor coisa a fazer do que respeitar e orar não só pelos Estados Unidos mas por todas as nações. God bless America!

Em homenagem a esse dia, veja esse emocionante video da música PRAY, escrita e composta por Mary Alessi, que com muito orgulho digo ser minha Pastora.