Monday, September 22, 2014

O que a decisão do Burger King tem haver com você abrindo empresa em Miami?

Semanas atrás os Estados Unidos acordaram com uma notícia bombástica. O Burger King que é comandada pelo quarteto brasileiro Jorge Paulo Lemann, Carlos Alberto Sicupira, Marcel Herman Telles e Roberto Thompson Motta através da 3G Capital compraram a rede canadense de café e donuts Tim Hortons, assim tornando-se a terceira maior rede de fast food do mundo.  

Até aí tudo bem, mas acontece que os críticos e especialistas dizem que o motivo principal dessa negociação de quase US$ 12 bilhões de dólares foi a transferência da matriz do Burger King para o Canadá para pagar menos impostos, evitando assim a duplicidade nos impostos em cima dos lucros gerados fora dos Estados Unidos, caso a matriz continuasse por aqui. 

Para quem tem uma expectativa de faturamento de US$ 23 bilhões anuais, qualquer percentual economizado, é muito significativo. Opa, agora mexeram no bolso do americano!

Polêmicas à parte, você buscando no Google, com certeza encontrará um absurdo de matéria sobre essa mega transação.

Ok, Richard mas o que tem haver com abrir empresa em Miami. I am glad that you asked me! Preparado para a resposta?

Muitos brasileiros sonham em negociar com os Estados Unidos, abrindo sua empresa na Flórida, escolhendo principalmente as cidades de Miami e Orlando. Acontece que muitos abrem somente para “testar” o mercado e não possuem volumes financeiros que justifiquem a abertura dessa empresa.

Como o brasileiro não é residente, ele terá que abrir uma corporação chamada C-Corporation cujo a carga tributária é mais pesada. Dependendo do que o brasileiro sonha com o mercado americano, o melhor é ele contratar uma trading e/ou consultoria e como falamos aqui, “testar as águas”.  Dando certo o produto e/ou serviço, aí sim com a experiência adquirida e justificando, o brasileiro parte para carreira solo. Você leitor, pode acreditar que de um modo geral ficará muito mais barato do que o brasileiro operar a própria corporação. 


Caro leitor, você deve consultar seu advogado ou contador para confirmar tal informação. O narrado no parágrafo acima é nossa opinião em cima de uma experiência de mais de 20 anos atuando em trading, consultoria, marketing e vendas atendendo exclusivamente o Brasil. 

Você pode até dizer que não terá os mesmos resultados do Burger King. Acreditamos também que não! Mas acontece que quando seu nome entra no sistema financeiro americano, não tem mais volta. A pergunta que fica é a seguinte: é isso mesmo que você quer?

No comments:

Post a Comment