Wednesday, June 4, 2014

É internacionalização de empresa, abrir uma empresa em Miami?

Com essa crise mundial varrendo todo o globo terrestre, mudanças radicais a níveis estratégicos, têm levado as empresas à internacionalização de uma maneira crescente de seus produtos e serviços.

O mercado externo e a prática da exportação como expectativa de crescimento econômico para uma empresa ou fábrica de maneira sustentável, tem sido a opção quase que número 1 para os empresários e fabricantes brasileiros; e a palavra da vez é internacionalização de empresas.

Mas é a internacionalização de empresa, abrir uma empresa em Miami? Claro que não! Mas parece que virou moda no Brasil dizer que sim, e quando se pensa em internacionalizar, se pensa em Miami. 

O que particularmente não achamos nada mal porque estamos aqui prestando serviços e também vendendo imóveis aos interessados.

Ousamos a dizer que abrir uma filial ou uma nova empresa em Miami pode ser o primeiro passo. 

Afinal com quase 300.000 brasileiros no Sul da Flórida, é difícil o interessado dizer que não tem um contato aqui para ajudar nesse novo desafio.

Tendo você uma boa assessoria empresarial aqui na cidade de Miami, não só você pode atingir o resto da Flórida, como outros estados dos Estados Unidos, como América Central e vários países da América do Sul.

Vir à Miami buscar negócios é uma obrigatoriedade do pessoal do cone sul. Porque não dizer até mesmo “chique’? Você frequentando os trade shows de Miami, você confirmará essa afirmação.

Como sabemos, o Brasil está cheio de profissionais que descem diretamente dos States para dar seminários de como abrir empresas, como negociar ou abrir um centro de negócios e/ou incubadora nos Estados Unidos. Um dia seremos nós porque também fazemos a mesma coisa.

Acreditamos que a praticidade e não facilidade do sistema, permite essa concorrência; ainda mais quando muitos falam português. Cabe você escolher o que atender as suas necessidades.

Você tendo uma boa assessoria comercial, jurídica, contábil, logística e de distribuição, de como instalar sua empresa no exterior, e se for o caso, imigração e compra de imóvel, suas chances de sobrevivência aumentam bastante, o que pode levar ao sucesso. Opa, peraí! Como é? Chances de sobrevivência? Como é isso? Como se diz aqui, ficamos felizes que você está nos perguntando.

Bem, se não te informaram ou se te informaram e você não acreditou, apesar de ser muito polêmico os percentuais de tão altos que são, tanto o SBA – Small Business Administration como o Dun & 
Bradstreet, afirmam que de 70% à 90% das empresas fecham nos dois primeiros anos! O restante, metade fecha nos próximos 3 ou 5 anos. Temos motivos para comemorar porque já operamos desde 2000!

Acreditamos que o percentual a essa altura do campeonato para você que quer abrir uma empresa em Miami não é mais importante, você não quer investir dinheiro, tempo, sonho e fechar, diz você.
O que fazer Richard? Você está me dizendo que não vale a pena abrir uma empresa em Miami? Dependendo do que você quer, claro que vale a pena, e vale muito. Como fazer? Você já está se perguntando! 

Se preparando com uma boa assessoria como mencionado acima. Na teoria é fácil mas na prática não. 

O brasileiro chega aqui, trazendo na bagagem a síndrome de Gabriela, eu nasci assim, eu cresci assim. 

Muitos trazem na bagagem vícios e modus operandi que não cabem no American Way of Doing Business. Muitos, principalmente os mais jovens que já fazem parte de uma geração que não conheceram e não conhecem autoridade e punição, acreditam que porque falam português estão no Brasil e querem fazer os negócios no jeitinho brasileiro, e botam a culpa no sistema ou na assessoria quando dá errado.

Mas e o sucesso? Como se diz aqui, sucesso é quando preparo encontra a oportunidade!

No comments:

Post a Comment