Tuesday, April 19, 2016

Salário mínimo no Brasil versus Salário mínimo nos Estados Unidos

Você está pensando em mudar com a família para a ensolarada Flórida, abrir uma empresa em Miami ou Orlando, comprar seu imóvel e viver o American Dream. 

Acontece que quando você abrir a sua empresa, salvo exceções, você precisará de funcionários para tirar seu visto de residência. Quando você começa a pensar em contratar funcionários, com certeza irá deparar com um problema que muitas das vezes, não te avisam: custo da folha de pagamento. Já aí o brasileiro empreendedor começa a experimentar a sua primeira crise!

Fique sabendo o brasileiro interessado em abrir empresas na Flórida, que está havendo um movimento muito forte para puxar o salário mínimo hora do estado para US$ 15.00. Se vão conseguir, é outra coisa! Estão querendo igualar o que já começou na Califórnia e Nova York, que foram os dois primeiros estados americanos a tentarem a levar o piso salarial a tal patamar. Confessamos que nem sabemos se conseguiram ou irão conseguir porque é uma proposta de quase dobrar o atual piso de US$ 8.05 estadual.

Mas façamos um comparativo com o Brasil porque é do Brasil que virá o seu dinheiro. Tomaremos como base mensal, 40 horas semanais, durante 4 semanas, total 160 horas/mensais.

Salário mínimo mensal brasileiro – R$ 5.50 x 160 horas = RS$ 880.00 + encargos
Salário mínimo mensal FL – US$ 15.00 x 160 horas = US$ 2.400,00 + encargos

Você leitor sabe o que vai acontecer que ainda vemos depois de 25 anos dando consultoria? Principalmente para quem é recente?  Você vai tabular de imediato com o mercado brasileiro! Muitos nos perguntam: vocês sabem quanto custa isso no Brasil?
 
No dólar de hoje, caso consigam o aumento, o trabalhador ganharia US$ 2.400,00 x R$ 3,54= RS$ 8.496,00.

No atual salário floridiano, seria US$ 8.05 x 160 horas = 
US$ 1.288,00 x R$ 3.54 = R$ 4.559,52. Mesmo assim 5 vezes mais do que o real pago no Brasil! Abrir empresa é o que o empresário precisa agora ou pode esperar mais um pouco? Pode terceirizar até saber o que quer ou se deu certo a idéia dele? 

A famosa americana não quer se calar: se você acha caro contratar uma empresa séria e competente, experimente uma amadora! Ou alguém para trabalhar de graça, que não fale inglês e não conheça a cultura empresarial americana!

No comments:

Post a Comment