Tuesday, July 17, 2012

Brasileiros sendo roubado na Flórida?! Como é isso? Somebody help me!

Depois falam mal do Brasil...mas semana passada aqui na cidade de North Miami Beach, no estacionamento das lojas Costco, na Byscaine Boulevard muito frequentada pelos turistas brasileiros que aqui vem para desfrutrar das compras, uma brasileira passou por um momento traumático e muito doloroso.

Quando abria o porta- malas do carro, um “bandido”, sim aqui também tem e muito, se aproximou dela enquanto estava distraída, arrancou a bolsa, e na luta para segurar a bolsa devido a documentação e passaporte, o mesmo levantou o vidro, e acabou a arrastando por quase 10 metros. Essa turista teve um lado do rosto ralado, ficando em carne viva, ombro, mãos e joelho. O fato foi tão violento que o Canal 7, que é um canal local fez a cobertura de reportagem.

Semanas atrás a Revista Forbes publicou uma matéria dizendo que a cada três dias um turista brasileiro era roubado em Miami ou em Orlando. Wow! Leia de novo, Revista Forbes e a cada 3 dias um brasileiro roubado na Flórida. É sabido que esse dado oficial nas maioria das vezes só são registrados porque os passaportes são roubados, e os que não são registrados? O Consulado Brasileiro de Miami acredita ser esse número bem maior.

Dados oficiais indicam que quase metade dos brasileiros que vem visitar os Estados Unidos, escolhem a Flórida, sendo essas duas cidades, Miami e Orlando as principais.

Não só o governo americano sabe que os brasileiros vem com muito dinheiro para gastar, a ponto de mexer até na economia estadual, como também esses “bandidos”

Como a vida nos ensina, qualquer lugar de turista é de um modo geral perigoso; é um lugar vulnerável e com muitos aproveitadores. Não podemos também nos esquecer que Miami, Orlando, NY, Dallas, Los Angeles, ou qualquer outra cidade tem ritmo de cidade grande com os mesmos desafios que enfrentamos no Rio de Janeiro ou São Paulo.

Mas e você carioca esperto, como fazer? Antes que você reclame, esse blogger tem nome de gringo mas é carioca da gema.

Deixaremos algumas regrinhas de quem já observa esse problema há anos e não de agora. Só que agora parece estar saindo do contrôle.

1)      Como se diz no Brasil, não “de mole”. Sabemos que você quer relaxar mas não abaixe a sua guarda.
2)      Apesar da maioria dos hóteis não se responsabilizarem, deixar no cofre do quarto os documentos como passaporte, passagens dentre outros, ainda é mais seguro do que sair com tudo na rua.
3)      Sabemos que você quer chegar de sandálias, podemos falar Havaianas, para não carregar peso e ocupar espaço na mala com sapato e tênis, e comprar tudo aqui novo, como sempre um belo tênis. Quando você sai na rua com aquele tênis “zero bala”, você está marcado. Isto foi dito por um “bandido” há anos atrás que só assaltava brasileiros.
4)      Assim como aquele tênis novinho... sola branquinha...que te marca, a pochete na cintura também te marca! Aqui não se usa muito pochete. Isso foi falado pelo mesmo “bandido”. Imagina, você sai na rua de tênis novo e pochete! E o boné de beisebol?
5)      Quando for nas lojas de departamento, shopping center, no Best Buy...quem não gosta?...saindo carregado, como é difícil você estar viajando sózinho, nunca leve as suas compras até o carro. Você fique parado na porta da loja e alguém vai buscar o carro.
6)      Se você sair dessas lojas com muitas compras, o melhor é ir direto para o hotel e descarregar o carro, fazendo a mesma coisa. Pare o carro na porta do hotel,  descarregue e vá direto para o quarto. Deixe as coisas no quarto e siga destino.
7)      Conforme você for comprando e deixando as coisas no quarto, vá fotografando tudo sempre tendo como fundo alguma coisa que identifique o quarto.
8)      Paranóia à parte, traga em um pen drive ou qualquer outra maneira que você possa acessar cópias, das suas passagens, passaporte, visto de entrada e documentos brasileiros que precisar caso seja surpreendido. Podemos garantir à você que seu stress será bem reduzido pelo tempo que irá economizar, caso tenha essas informações em mãos.
9)      Tenha também os telefones dos cartões de crédito disponíveis. É interessante ter esses números não sua carteira, porque se sua carteira for roubada, como fica? É bom está com uma outra pessoa com quem esteja viajando.    
10)  Se você estiver dirijindo e se perder, se a paisagem começar a ficar feia, uma vizinhança feia, contrastando por onde está visitando, é bom tomar cuidado. Não se iluda achando que não está em perigo porque você está.
Caso se envolva em qualquer situação que tenha receio, mêdo, vendo o policial se aproxime e peça ajuda. Salvo exceção, o policial aqui está para te proteger e servir.

Finalizando, que nem diz meu pai, se há polícia há bandido. E deixamos uma pergunta para meditação: de onde vem tanta inspiração para os filmes policiais de Hollywood?

No comments:

Post a Comment